Sábado, 27 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Praça Alexandre Albuquerque, Plateau

Igreja do Plateau

Plateu, Praia, Cabo Verde

Plateua, Cidade da Praia, Cabo Verde

Plateau, Praça Alexandre Alburquerque

Praça Alexandre Albuquerque 

Plateau, Praça Alexandre Albuquerque

Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 11:18
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

AH! Querem uma Luz Melhor

São Miguel, Açores

 

AH! QUEREM uma luz melhor que 

a  do Sol! 
Querem prados mais verdes do que estes! 
Querem flores mais belas do que estas 
que vejo! 
A mim este Sol, estes prados, estas flores contentam-me. 
Mas, se acaso me descontentam, 
O que quero é um sol mais sol 
que o Sol,  
O que quero é prados mais prados 
que estes prados, 
O que quero é flores mais estas flores 
que estas flores - 
Tudo mais ideal do que é do mesmo modo e da mesma maneira! 

 

Fernando Pessoa

 

São Miguel, Açores

Agosto de 2008

Jorge Soares

 

 

18 de Ago de 2008, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 100, Exposição: 1/125 seg., Abertura: 10.0, Extensão focal: 18mm

  


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Flores no fim de tarde

FCabo verde

Flores ao fim da tarde

Com a luz do fim da tarde

Com a Luz do Fim da tarde

Com a luz do fim da tarde, flores em Cabo Verde

 

 

Tons suaves de um fim de tarde na Cidade da Praia,  Cabo Verde

 

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:19
link do post | comentar | favorito
|

Ponto de luz

 Ponto de luz, Cabo Verde, Cidade da Praia

 

Ponto de Luz

 

Escutando no vento

Tua voz secreta

Que me sopra por dentro

Deixe-me ser só ser

 

No teu colo eu me entrego

Para que me nutras

E me envolvas

Deixa-me ser só ser

 

Um ponto de luz

Que me seduz

Aceso na alma

 

Um ponto de luz

Que me conduz

Aceso na alma

 

Por trás dessa nuvem

Ardendo no céu

O fogo do sol rai

Eternamente quente

Liberta-me a mente

Liberta-me a mente

 

Um ponto de luz

Que me seduz

Aceso na alma

 

Um ponto de luz

Que me seduz

Aceso na alma

 

Sara Tavares

 

Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Palácio do Buçaco

Palácio do Buçaco

Palácio do Buçaco

Palácio do Buçaco, detalhes

Palácio do Buçaco, o anjo

Palácio do Buçaco

 

 

Palácio do Buçaco

Luso, Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Bairro do Oriente

TRavessa das donzelas ... é em Setúbal

 

Tenho à janela

Uma velha cornucópia

Cheia de alfazema

E orquídeas da etiópia

 

Tenho um transistor ao pé da cama

Com sons de harpas e oboés

E cantigas de outras terras

Que percorri de lés-a-lés

 

Tenho uma lamparina

Que trouxe das arábias

Para te amar à luz do azeite

Num kama-sutra de noites sábias

 

Tenho junto ao psyché

Um grande cachimbo d'água

Que sentados no canapé

Fumamos ao cair da mágoa

 

Tenho um astrolábio

Que me deram beduínos

Para medir no firmamento

Os teus olhos astralinos

 

Vem vem à minha casa

Rebolar na cama e no jardim

Acender a ignomínia

E a má língua do código pasquim

Que nos condena numa alínea

A ter sexo de querubim

 

 

Rui Veloso

Podem ouvir aqui

 

Setúbal

Março de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010

Num dia de chuva .....

Bagas de Azevinho num dia de chuva

Flores de Aloé

Flores de Dezembro

Num dia de chuva, Orquídeas amarelas

Orquidea

 

... de volta ao quintal da minha mãe.

 

No dia de natal era este o aspecto de algumas das flores que até em Dezembro abundam no quintal da minha mãe.

 

Alviães, Palmaz, Oliveira de Azeméis,  Aveiro

Dezembro de 2009

 

Jorge Soares

 

 

 

 


publicado por Jorge Soares às 22:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Convento da Nossa Senhora da Arrábida

Convento de nossa Senhora da Arrábida

Convento da Arrábida, Setúbal

 

 

O Convento da Nossa Senhora da Arrábida, que pertenceu à Província de Arrábida, fica meio escondido entre as árvores da vertente sul da serra, virada para o mar. Esta construção do século XVI foi outrora um mosteiro franciscano.As cinco torres redondas sobre a falésia foram provavelmente usadas para meditação solitária.

 

A fundação de um convento na serra da Arrábida data de fins de 1538-1539, quando D. João de Lencastre 1º Duque de Aveiro prometeu a Frei Martinho, um religioso castelhano da Ordem de S. Francisco, cumprir o seu desejo de fazer uma vida eremita, dedicada exclusivamente a Nossa Senhora. O duque cedeu a serra da Arrábida, onde já se existia uma ermida aberta ao culto em que se venerava a imagem conhecida por Nossa Senhora da Arrábida.

 

Aqui viveu Frei Agostinho da Cruz (Ponte da Barca, 1540 - Setúbal, 1619), frade poeta português, irmão do poeta Diogo Bernardes, que escreveu elegias e sonetos onde a serra está bem presente. Nascido Agostinho Pimenta, adoptou o nome Frei Agostinho da Cruz aos vinte e um anos de idade quando se tornou frade capuchinho. Depois de passar pelo Convento de Santa Cruz em Sintra e pelo Convento de Ribamar na Lourinhã, entrou para o Convento da Arrábida onde esteve vinte anos. As suas obras foram divulgadas só no século XVIII, quando em 1771 foi publicada a colectânea designada "Obras".

 

Fonte Wikipédia

 

Setúbal, Janeiro de 2010


publicado por Jorge Soares às 13:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Vai leve a sombra sobre a água

 

Pato no Jardim do Bonfim

 

Vai leve a sombra 

Por sobre a água. 

Assim meu sonho 

Na minha mágoa.

 

Como quem dorme 

Esqueço a viver. 

Despertarei 

Ao sol volver.

 

Nuvem ou brisa, 

Sonho ou [...] dada 

Faz sentir; passa 

E não foi nada.

 

Fernando Pessoa

 

Jardim do Bonfim, Setúbal

Dezembro de 2010

 


publicado por Jorge Soares às 08:03
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Setúbal:Arrábida, a serra, o convento e o mar

Arrábida, a serra e o mar

Convento da Arrábida

Convento da Arrábida

Arrábida, a serra e o mar

Serra da arrábida 

 

A Serra da Arrábida, o convento e o mar.

 

Setúbal, Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Intervalo

Pôr do sol na Praiinha, Cabo Verde

 

  Intervalo

 

Quem te disse ao ouvido esse segredo 

Que raras deusas têm escutado - 

Aquele amor cheio de crença e medo 

Que é verdadeiro só se é segredado?... 

Quem te disse tão cedo? 

 

Não fui eu, que te não ousei dizê-lo. 

Não foi um outro, porque não sabia. 

Mas quem roçou da testa teu cabelo 

E te disse ao ouvido o que sentia? 

Seria alguém, seria?

 

Ou foi só que o sonhaste e eu te o sonhei? 

Foi só qualquer ciúme meu de ti 

Que o supôs dito, porque o não direi, 

Que o supôs feito, porque o só fingi 

Em sonhos que nem sei? 

 

Seja o que for, quem foi que levemente, 

A teu ouvido vagamente atento, 

Te falou desse amor em mim presente 

Mas que não passa do meu pensamento 

Que anseia e que não sente? 

 

Foi um desejo que, sem corpo ou boca, 

A teus ouvidos de eu sonhar-te disse 

A frase eterna, imerecida e louca - 

A que as deusas esperam da ledice 

Com que o Olimpo se apouca.  

 

Fernando Pessoa

In Cancioneiro

 

Pôr do Sol na Praiinha, Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

Gosto .....

Flores simples e belas

Flores simples e belas

Simples e belas

Simples e belas, flores de Cabo Verde

Flores simples e belas

 

Gosto das coisas simples, gostei destas florzinhas , das suas cores suaves, da luz do fim de tarde reflectida pelo amarelo da parede, ao ver as fotografias o que me chamou a atenção foi o jogo de luz e sombras... gosto.....

 

Praiinha, Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares 


publicado por Jorge Soares às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Flores de Janeiro

Flores da arrábida

Flores da Arrábida

Flores na arrábida

Arrábida em Janeiro

Flores na arrábida 

 

No dia 1 de Janeiro estava sol em Setúbal, fomos para a Arrábida a um passeio pela praia,  entre o Portinho e a Anicha, fui colhendo um belo ramalhete de lindas flores.

 

Setúbal

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

O ocaso

Ocaso em Cabo Verde 

 

 

Se penso mais que um momento

 

Se penso mais que um momento

Na vida que eis a passar,

Sou para o meu pensamento

Um cadáver a esperar.

 

Dentro em breve (poucos anos

É quanto vive quem vive),

Eu, anseios e enganos,

Eu, quanto tive ou não tive,

 

Deixarei de ser visível

Na terra onde dá o Sol,

E, ou desfeito e insensível,

Ou ébrio de outro arrebol,

 

Terei perdido, suponho,

O contacto quente e humano

Com a terra, com o sonho,

Com mês a mês e ano a ano.

 

Por mais que o Sol doire a face

Dos dias, o espaço mudo

Lambra-nos que isso é disfarce

E que é a noite que é tudo.

 

                Fernando Pessoa

 

Pôr do sol na Praiinha, Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

O Céu e o Sado

O céu e o Sado

O Céu a serra e o Sado

O Céu o e Sado em Setúbal

O Céu, a Arrábida e o mar 

 

Setúbal, Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Coisas simples

Carvalho  

 

Coisas Simples 

O meu eu
é simplicidade.
E o teu
o que é?
Coisas, 
de outras coisas
simples.
Mas muitas coisas 
simples,
já não são simples.
O que são? 
Não me interessa 
saber.
Gosto de coisas
simples, 
e sou feliz.


Poesiadeneno9148

 

Setúbal

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Os meninos dos carrinhos de arame

Os meninos dos carrinhos de arame

Os meninos dos carrinhos de arame, Cabo Verde

Os meninos e os carrinhos de arame, Santiago, Cabo Verde

Os meninos dos carrinhos de arame, Cabo Verde 

A necessidade aguça o engenho, são fantásticos estes carrinhos de arame, verdadeiras obras de engenharia infantil, os nossos filhos tem tudo, dezenas de carrinhos sofisticados com que brincam uma ou duas vezes e depois abandonam, quantas das crianças que conhecemos teriam a arte e/ou o engenho para criar um brinquedo destes?

 

Como é diferente o mundo em Cabo Verde

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:10
link do post | comentar | favorito
|

A crioula que meus olhos beijaram a medo

Mulher em Cabo verde

 

 

Vida

 

A crioula que meus olhos beijaram a medo

perdeu-se na confusão de um porto francês

 

Ela sorria continuamente, erguendo no seu riso uma cançaão extraordinária.

 

Não foi um romance de amor

nem mesmo um pequeno segredo entre ambos.

 

Somente, quando Ela falava ao pé de mim, eu sentia:

um aprazível devaneio

pela maravilha escultural duma Mulher Perfeita.

 

Depois,

a Vida separando Nós-Dois

a confusão, os ruidos, os braços agitando-se

e o vapor levando para outros mares, 

outros portos, 

a graça, o mistério, o perfume e os cantares 

da crioula que meus olhos beijaram a medo 

no tombadilho daquele vapor francês. 

 

  (Clima, 1963)

 

Onésimo Silveira

 

O lugar é a Praça Alexandre Albuquerque, no Plateau, podia ser uma praça qualquer numa qualquer cidade de Portugal, no centro há uma fonte com agua a correr, há canteiros com flores, bancos de ferro com assentos e espaldares de  madeira daqueles que vemos em tantas das nossas praças, árvores a toda a volta, há até um posto de Turismo num dos cantos. Nos bancos de madeira  ou sentados na fonte há gente com computadores portáteis, deve haver Wireless gratuito. Mas há algo que a distingue das nossas praças, debaixo das árvores há quem faça pela vida, dois ou três engraxadores, jovens que vendem agua e refrigerantes conservados frescos em gelo, crianças que vendem doces, senhoras que vendem bolachas em pacotes coloridos,....  ela estava entre eles, sentada frente a uma pequena mesa com bijuteria...  a fazer pela vida.

 

Cidade da Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Ficedula parva, ou Papa Moscas

Pássaro, Cabo Verde

Pássaro, Cabo Verde

Pássaro, Cabo Verde

Pássaro

Pássaro 

Este também foi "caçado" no hotel, o azul que vemos por trás é a agua do mar.

 

O Ficedula parva, ou Papa Moscas, é muitas vezes visto nas ilhas de Cabo Verde.  O macho, que mede entre 12-13.5 cm é preto tendo a zona do peito, o rabo e uma pequena mancha na testa de cor branca. O bico é preto e tem uma forma larga mas afiada típica dos pássaros que comem insectos voadores. Para alem de insectos voadores, esta espécie caçadora também se alimenta de minhocas e frutos silvestres. Os Papa-moscas constroem ninhos abertos em arvores onde se podem encontrar entre 4 a 6 ovos de cada vez.

 

Informação retirada de aqui

 

Praiinha, Cidade da Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:33
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Bico de lacre comum (Estrilda astrild)

Pássaros

Pássaros

Pássaros

Pássaros

Pássaros em Cabo Verde

 

Este bichinhos andavam em bandos pelos jardins do Hotel, eram mexidos e barulhentos, mal me viam punham-se a  milhas, deram luta, mas são muito giros.

 

Numa rápida pesquisa no google, encontrei o seguinte aqui:

 

Pássaros de Cabo Verde - Bico de lacre comum (Estrilda astrild)

 

Pertencente à família Estrildidae esta ave de, aproximadamente 10 centímetros, é considerada uma das mais numerosas espécies de pássaros no planeta. É uma espécie originária da África, sub-sahariana. Existe em toda a Macaronésia, incluindo Cabo Verde.

Apresenta uma cor cinzenta ou acastanhada, com o bico vermelho-vivo e com uma marca nos olhos também vermelha.

 

Retirado de 

 

Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Cidade Velha

Cabo Verde, Cidade Velha, Santiago

 

A Cidade Velha localiza-se no concelho da Ribeira Grande de Santiago, a 15 quilômetros a oeste da Praia, na costa de Cabo Verde.

A 10 de junho de 2009 foi classificada como uma das Sete Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo, após um concurso de votação pública, no qual participaram 27 monumentos edificados por Portugal no mundo.

Devido à sua rica história, manifestada por um interessantíssimo património arquitetónico, a 26 de junho de 2009, a Cidade Velha foi considerada pela UNESCO, Património Mundial da Humanidade

 

Esta foi a primeira cidade construída pelos europeus nos trópicos e primeira capital do arquipélago de Cabo Verde, quando era chamada de Ribeira Grande. Mudou de nome para evitar ambiguidade com uma povoação de outra ilha.

A cidade nasceu e desenvolveu-se por conta do tráfico negreiro e foi capital até 1770, quando esta função foi transferida para a Praia de Santa Maria - atualmente Cidade da Praia.[3]

A Cidade Velha foi porto de parada de dois grandes navegadores: Vasco da Gama (1497), a caminho da Índia, e Cristóvão Colombo (1498), em sua terceira viagem para as Américas.

Em 2000, sob a coordenação do arquiteto Álvaro Siza, foi iniciado um trabalho de preparação do dossier de candidatura da cidade a Patrimônio Mundial da UNESCO. O dossier foi apresentado à UNESCO, em 31 de Janeiro de 2008.

 

Em 1520 foi erguido o primeiro pelourinho na ilha, que hoje é monumento numa praça.

Em Cidade Velha está a mais antiga igreja colonial do mundo, construída em 1495, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no estilo manuelino (gótico português). A Rua Banana, que conduz à igreja, foi a primeira rua de urbanização portuguesa nos trópicos.

A Sé Catedral da cidade começou a ser construída em localização privilegiada, frente ao oceano, em 1555, e terminou em 1693, quando a cidade já tinha perdido muito de sua importância. Foi atacada e totalmente danificada por piratas em 1712, tendo ficado em ruínas, tal é hoje observável.

O Forte Real de São Filipe, que domina a cidade do alto de 120 metros, foi construído em 1590 para defender a colônia portuguesa dos ataques dos franceses e ingleses.

O Convento de São Francisco foi construído em meados do século XVII, tendo servido como local de culto e de formação. Foi atacado e parcialmente destruído por piratas em 1712.

 

Fonte Wikipédia


publicado por Jorge Soares às 21:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Cabo Verde:Cidade Velha 2

Cidade Velha

Cidade Velha, Cabo Verde

Cabo Vefrde, Cidade Velha, ruinas

Cidade Velha, Santiago, Cabo Verde

Cidade Velha, Ilha de Santiago, Cabo Verde

 

Cidade Velha, Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:09
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Fevereiro de 2010

Tesouros à beira mar plantados

Conchas na praia

Tesouros à beira mar

Tesouros à beira mar

Tesouros à beira mar, Portinho da arrábida

Tesouros à beira mar 

Praia do Portinho da Arrábida

Setúbal

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:58
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2010

Poema do mar

O pôr do sol na praiinha, Cabo Verde

 

 

O drama do Mar,

O desassossego domar,

                   sempre

                   sempre

                   dentro de nós!

 

O Mar!

cercando

prendendo as nossa Ilhas!

Deixando o esmalte do seu salitre nas faces dos pescadores,

Roncando nas areias das nossas praias,

Batendo a sua voz de encontro aos montes,

baloiçando os barquinhos de pau que vão Poe estas costas...

 

O Mar!

pondo rezas nos lábios,

deixando nos olhos dos que ficaram

a nostalgia resignada de países distantes

que chegam até nós nas estampas das ilustrações

nas fitas de cinema

e nesse ar de outros climas que trazem os passageiros

quando desembarcam para ver a pobreza da terra!

 

O Mar!

a esperança na carta de longe

que talvez não chegue mais!

 

O Mar!

Saudades dos velhos marinheiros contando histórias de tempos passados,

Histórias da baleia que uma vez virou canoa...

de bebedeiras, de rixas, de mulheres,

nos portos estrangeiros...

 

O Mar!

dentro de nós todos,

no canto da Morna,*

no corpo das raparigas morenas,

nas coxas ágeis das pretas,

no desejo da viagem que fica em sonhos de muita gente!

 

Este convite de toda a hora

que o Mar nos faz para a evasão!

Este desespero de querer partir

         e ter que ficar!

 

Jorge Barbosa

 

Pôr do Sol  visto desde o Hotel na Praiinha

Cidade da Praia, Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2007

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Rostos de Cabo Verde

Pessoas da Praia, Cabo Verde

Criança da Praia, Cabo Verde

Pessoas de Cabo Verde

Rostos da Praia, Cabo Verde

O rosto da inocência, Praia, Cabo Verde 

 

Ainda da visita ao mercado do Plateau, as pessoas da Cidade da Praia

Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

 

 


publicado por Jorge Soares às 17:27
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Desejos

 Cidade Velha, Santiago, Cabo Verde

 

Queria ser um poema lindo

cheirando a terra

com sabor a cana

 

Queria ver morrer assassinado

um tempo de luto

de homens indignos

 

Queria desabrochar

— flor rubra —

do chão fecundado da terra

ver raiar a aurora transparente

ser r´beira d´julion

em tempo de são João

nos anos de fartura d´espiga d´midje

 

E ser

riso

flor

fragrante

em cânticos na manhã renovada

 

Vera Duarte

 

Cidade Velha, Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 

publicado por Jorge Soares às 09:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Mercado do Plateau

Mercado do Palteau, Praia, Cabo Verde

Mercado do Palteau, Praia, Santiago, Cabo Verde

Mercado do Plateau

Mercado do Plateau 

Nesta altura do ano a ilha é seca, já não chove desde Novembro e não voltará a chover até Julho ou Agosto, mas o mercado é um maná de frutas e vegetais frescos, e parece incrível, mas tudo isto é colhido na ilha e é fruto da terra ressequida... e este é um maná que existe durante todo o ano. O solo de origem vulcânico é muito fértil e muito produtivo.

 

A semana foi difícil e isso nota-se nas fotografias.... faltava-me o espirito.

 

Mercado do Plateau

Praia, Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 21:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Nha terra é quel piquinino

 Crianças a puxar o barco, Cabo Verde

 

BARCOS

 

"Nha terra é quel piquinino

É São Vicente é que di meu"

 

Nas praias

Da minha infância

Morrem barcos

Desmantelados.

 

Fantasmas

De pescadores

Contrabandistas

Desaparecidos

Em qualquer vaga

Nem eu sei onde.

 

E eu sou a mesma

Tenho dez anos

Brinco na areia

Empunho os remos...

Canto e sorrio...

A embarcação

Para o mar!

É para o mar!...

 

E o pobre barco

O barco triste

Cansado e frio

Não se moveu...

 

Yolanda Marazzo

 

Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Pôr do Sol na Praiinha

Pôr do Sol na Praia, Santiago, Cabo Verde

Pôr do Sol na Praia, Cabo Verde

Pôr do Sol na Praiinha, Cabo Verde

Pôr do Sol na Praia, Cabo Verde

Pôr do Sol em Cabo Verde 

Sempre ouvi dizer que o pôr do Sol em África é rápido e bonito, a vista desde o nosso quarto do Hotel era esta, vista directa para o mar e para os pôr do sol lindos que se sucediam dia a dia, um céu e um mar dourados que dava um ambiente de verdadeira magia.

 

Praiinha, Cidade da Praia, Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 20:46
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Cabo Verde:Canção dos rapazes da Ilha

Achada de Santo António, Praia, Cabo Verde

 

Eu sei que fico.

Mas o meu sonho irá

pelo vento, pelas nuvens, pelas asas.

 

Eu sei que fico

Mas o meu sonho irá ...

 

Eu sei que fico

Mas o meu sonho irá

Nos frutos, nos colares

E nas fotografias da terra,

Comprados por turistas estrangeiros

Felizes e sorridentes.

Eu sei que fico mas o meu sonho irá ...

 

Eu sei que fico

Mas o meu sonho irá

Metido na garrafa bem rolhada

Que um dia hei de atirar ao mar.

Eu sei que fico

Mas o meu sonho irá ...

sei que fico

Mas o meu sonho irá

Nos veleiros que desenho na parede.  

 

Aguinaldo Fonseca

 

Ao fundo podemos ver o edifício da Assembleia nacional de Cabo Verde

 

Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 268 seguidores

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

SAPO Blogs

.subscrever feeds