Sexta-feira, 30 de Abril de 2010

A simplicidade da beleza

Libelinha vermelha

Beleza simples, flores

Beleza simples, flores silvestres

Beleza simples, flores silvestres

Flores silvestres, Beleza simples

 

A beleza é feita de coisas simples ...a natureza é mágica e incrivelmente fantástica

 

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 11:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Abril de 2010

O florir do encontro casual

Borboleta na folha de palma

 

O Florir

 

O florir do encontro casual

Dos que hão sempre de ficar estranhos...

 

O único olhar sem interesse recebido no acaso

Da estrangeira rápida ...

 

O olhar de interesse da criança trazida pela mão

Da mãe distraída...

 

As palavras de episódio trocadas

Com o viajante episódico Na episódica viagem ...

 

Grandes mágoas de todas as coisas serem bocados...

Caminho sem fim...

 

 

Álvaro de Campos

 

Borboleta numa folha de palma

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Rostos da minha cidade 9

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

 

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:04
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Sim, talvez tenham razão

 

 

Sim, talvez tenham razão.
Talvez em cada coisa uma coisa oculta more,
Mas essa coisa oculta é a mesma
Que a coisa sem ser oculta.

Na planta, na árvore, na flor
(Em tudo que vive sem fala
E é uma consciência e não o com que se faz uma consciência),
No bosque que não é árvores mas bosque,
Total das árvores sem soma,
Mora uma ninfa, a vida exterior por dentro
Que lhes dá a vida;
Que floresce com o florescer deles
E é verde no seu verdor.

No animal e no homem entra.
Vive por fora por dentro
É um já dentro por fora,
Dizem os filósofos que isto é a alma
Mas não é a alma: é o próprio animal ou homem
Da maneira como existe.

E penso que talvez haja entes
Em que as duas coisas coincidam
E tenham o mesmo tamanho.

E que estes entes serão os deuses,
Que existem porque assim é que completamente se existe,
Que não morrem porque são iguais a si mesmos,
Que podem mentir porque não têm divisão [?]
Entre quem são e quem são,
E talvez não nos amem, nem nos queiram, nem nos apareçam
Porque o que é perfeito não precisa de nada.

 

Alberto Caeiro

 

Pequena papoila que cresceu entre as pedras da calçada portuguesa

Setúbal Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 15:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Rostos da minha cidade 8

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

 

Setúbal, Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:21
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Abril de 2010

Como uma criança antes de a ensinarem a ser grande

Criança que chora

 

Como uma criança antes de a ensinarem a ser grande, 
Fui verdadeiro e leal ao que vi e ouvi. 

Alberto Caeiro, in "Fragmentos"

 

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 16:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Rostos da minha cidade 7

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

 

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 09:43
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

De Flor em Flor

De flor em flor

 

É bela a nossa primavera

 

Setúbal, Abril de 2009

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Rostos da minha cidade 6

Rostos da minha cidade, Setúbal

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

Rostos da minha cidade

 

Alguém se queixou que eu só colocava rostos masculinos....bom, demorou, mas aqui estão elas.

 

Jardim de Vanicelos, Setúbal, Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 25 de Abril de 2010

Setúbal: 25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos

25 de Abril no Jardim de Vanicelos, cravo vermelho

 

Em Setúbal o 25 de Abril foi ao jardim de Vanicelos, uma festa cheia de desporto e actividades principalmente  para as crianças.

 

Setúbal, 25 de Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

25 de Abril sempre

A formiga no carreiro

 

 

A formiga no carreiro
Vinha em sentido cantrário
Caiu ao Tejo
Ao pé dum septuagenário
Larpou trepou às tábuas
Que flutuavam nas àguas
E de cima duma delas
Virou-se prò formigueiro
Mudem de rumo
Já lá vem outro carreiro
A formiga no carreiro
Vinha em sentido diferente
Caiu à rua
No meio de toda a gente
Buliu buliu abriu as gâmbias
Para trepar às varandas
E de cima duma delas

Virou-se prò formigueiro
Mudem de rumo
Já lá vem outro carreiro
A formiga no carreiro
Andava a roda da vida
Caiu em cima
Duma espinhela caída
Furou furou à brava
Numa cova que ali estava
E de cima duma delas
Virou-se prò formigueiro
Mudem de rumo
Já lá vem outro carreiro
Zeca Afonso
Acreditem ou não, eu não tenho uma única fotografia de cravos.
Setúbal, Abril de 2010
25 de Abril sempre
Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 10:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 24 de Abril de 2010

ISN - Socorro a Náufragos

Vila Nova de Milfontes

Instituto de socorro a Náufragos , Vila Nova de Milfontes

ISN, Marinha, Vila Nova de Milfontes

Vila Nova de Milfontes

 

Vila Nova de Milfontes, Odemira

Abril de 2010


publicado por Jorge Soares às 12:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Abril de 2010

A alegria de viver

A alegria de viver

 

 

Uma Gargalhada de rapariga soa do ar da estrada.
Riu do que disse quem não vejo.
Lembro-me já que ouvi.
Mas se me falarem agora de uma gargalhada de rapariga da estrada,
Direi: não, os montes, as terras ao sol  o sol, a casa aqui,
E eu que só oiço o ruído calado do sangue que há na minha vida dos dois lados da cabeça.

 

Fernando Pessoa

 

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Farol do Cabo Sardão 2

Farol do Cabo Sardão

Farol do Cabo Sardão

Farol do Cabo Sardão

Farol do Cabo Sardão

Farol do Cabo Sardão

 

Farol do Cabo Sardão, Odemira, Alentejo

Portugal


publicado por Jorge Soares às 13:46
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Alegria na praia.. ou a idade de todos os sonhos

Guarda-sois na praia da Zambujeira do Mar

Um dia na praia, Zambujeira do Mar

Jovens na praia, Zambujeira do mar

Um dia na praia, Zambujeira do Mar

Um dia na Praia, Zambujeira do mar

Um dia na praia, Zambujeira do mar

 

A Agua estava gelada e a praia era praticamente toda para eles, jogaram à bola, levaram as miúdas ao banho forçado, correram pela areia a fugir delas e das bolas de areia molhada, sorriram... muito...para eles todos os sonhos são ainda possíveis... nós.... nós temos inveja.

 

Praia da Zambujeira do mar, Odemira

Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 13:57
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Abril de 2010

O mar a Contraluz

Praia a contraluz

Mar a contraluz, Zambujeira do mar

Mar a contraluz, Zambujeira do Mar

A contraluz, Zambujeira do mar

A contraluz, Zambujeira do mar

 

 

A meio de uma tarde de Primavera na Zambujeira do Mar,,, o mar a contraluz

 

Zambujeira do Mar, Odemira, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Abril de 2010

O ninho das cegonhas

Cegonhas no Alentejo, Monte Selvagem

Cegonhas no ninho, Monte sevagem.. acasalar

Cegonhas no Alentejo, Monte selvagem

Cegonhas no Ninho, Monte Selvagem

Monte selvagem, Alentejo, cegonhas no ninho

Cegonhas no Alentejo

 

Cegonhas no ninho, Monte Selvagem,

Lavre, Montemor o Novo, Alentejo

Março de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 16:04
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 18 de Abril de 2010

Alentejo: Costa vicentina

Alentejo

Alentejo, Cegonha

Alentejo

Alentejo, vacas

Alentejo

Alentejo, Costa Vicentina

 

Costa Vicentina

Zambujeira do Mar, Odemira

Abril de 20010


publicado por Jorge Soares às 20:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 17 de Abril de 2010

Suricatas no Alentejo

Suricata no monte selvagem

O vigilante, suricata no monte selvagem

Suricata no monte selvagem

Suricata no monte selvagem, alentejo

Suricatas no alentejo

 

Suricatas no Monte Selvagem

Lavre, Montemor o Novo, Alentejo

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Abril de 2010

Sirfídeo nas flores silvestres

Sirfideo nas flores silvestres

Sírfideo

Sírfídeo

Sírfídeo nas flores silvestres

Sírfídeo nas flores silvestres

 

A Primavera tem muitíssimas facetas... e dá umas macros fantásticas.

 

Sirfídeo nas flores silvestres

Odemira, Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:45
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Cegonhas nas escarpas do Cabo Sardão

 

Cegonhas na escarpa, Cabo Sardão

Cegonhas na escarpa, Cabo Sardão

Cegonhas na escarpa, Cabo Sardão

Cegonhas junto ao mar, Cabo Sardão

Cegonhas na escarpa, Cabo Sardão

 

A ultima vez que aqui tinha estado, havia um único ninho nas escarpas, agora há muitos, um autêntico condomínio de cegonhas com vista para o mar.

 

Cabo Sardão, Odemira, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 15:52
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

A Primavera cheia de cor.. papoilas vermelhas

Papoila vermelha

Papoila Vermelha

Papoila vermelha

Papoila, Vermelha,

Papoila vermelha

 

Ontem esteve um belo dia de sol em Setúbal, ao fim da tarde choveu, mas durante a manhã deu para o meu passeio matinal aqui à volta.... o campo estava cheio delas, de um vermelho forte... a Primavera em todo o seu esplendor.

 

Papoilas Vermelhas

Setúbal, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:40
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Abril de 2010

O Voo da cegonha desde o ninho

O Voo da cegonha desde o ninho

O voo da cegonha

O voo da cegonha desde o ninho

O voo da cengonha

O voo da cegonha

 

Cabo Sardão, Odemira

Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Abril de 2010

Inicio de Primavera no Alentejo

Alentejo em flor

Alentejo em flor, Flores silvestres

Alentejo em flor

Flores silvestres

Flores silvestres, alentejo

Inicio de primavera no Alentejo

Inicio de Primavera no Alentejo

 

Este ano a Primavera está um pouco atrasada, mas pouco a pouco vai chegando... e ao Alentejo como a nenhum outro lugar.

 

Flores silvestres no Alentejo

Odemira, Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 13:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 11 de Abril de 2010

A minha papoila

A papoila do Fernando Nobre, é minha

 

Parece que nos próximos tempos vamos ver esta fotografia muitas vezes.... pena que as pessoas utilizem a politica do facto consumado e não se deem ao trabalho de falar antes com o autor.

 

É claro que me sinto orgulhoso, é claro que cederia a fotografia de qualquer modo, eu sei que o disclaimer no blog autoriza a utilização das fotografias, mas ficaria bem a um candidato eleitoral falar com o autor da fotografia antes de a utilizar.

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 11:46
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Sábado, 10 de Abril de 2010

Zambujeira do Mar

Zambujeira do mar

Zambujeira do mar, fim de tarde

Fim de atrde na Zambujeira do mar

Fim de tarde na Zambujeira do mar

Fim de tarde na Zambujeira do mar

 

Fim de tarde na Zambujeira do Mar

Odemira

Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

Zambujeira do Mar, Pôr do sol

Pôr do sol na Zambujeira do Mar

Pôr do Sol na Zambujeira do mar

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

 

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

 

Zambujeira do mar, Odemira

Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 15:15
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Abril de 2010

O voo da cegonha até ao ninho

O voo da cegonha até ao ninho

O voo da cegonha

Voo da cegonha

O Voo da cegonha até ao ninho

Voo da cegonha

 

Cabo Sardão, Odemira

Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Quando uma rosa Morre

Quando uma rosa morre

 

Quando uma rosa morre
Outra cresce em seu lugar
Para onde o rio corre
Não é sempre o mesmo mar.

O sentido é um desvio
E a verdade um acidente
Não é sempre o mesmo rio
Não é sempre a dor que sente.

Quando uma rosa morre
Outra lua se anuncia
Não é sempre a mesma luz
Nem o mesmo fim do dia.

O sentido é um desvio
E a verdade um acidente
Não é sempre o mesmo rio
Não é sempre a dor que sente.

Quando uma rosa morre...

 

Rádio Macau

 

Outubro de 2009

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Farol do Cabo Sardão

Farol do Cabo Sardão

 

Farol do Cabo Sardão é um farol português que se localiza na Ponta do Cavaleiro no Cabo Sardão, freguesia de São Teotónio, na Vila de Odemira, distrito de Beja.Trata-se de uma torre quadrangular branca, em alvenaria, com edifício anexo encimada por lanterna cilíndrica vermelha, tem 17 metros de altura.

 

Proposto pela primeira vez em 1883, o Farol do Cabo Sardão entrou em funcionamento apenas a 15 de Abril de 1915.Em 1950, o farol foi electrificado com montagem de grupos electrogéneos. A fonte luminosa deixou de ser a gás de petróleo sendo substituída por uma lâmpada de 3000 watts.

 

Até aos anos cinquenta, o serviço de entrega e recepção de correio do farol era feito por uma estafeta, cujo vencimento era de 200$00 mensais, destinado a retribuir «16 viagens por mês, a pé, de mais de 20 quilómetros cada, e por péssimo caminho, parte dele quase intransitável no Inverno», viria pouco mais tarde a ser aumentada para 300$00.

 

O farol foi ligado à rede eléctrica de distribuição pública em 1984. A potência da fonte luminosa foi reduzida, sendo instalada uma lâmpada de 1000 watts.

 

O Farol foi construído com a torre do lado de terra, ao contrário de todos os outros faróis com estruturas e localizações similares. Possivelmente o construtor terá usado a planta rodada de 180º

 

Fonte Wikipédia

 

 

Abril de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:00
link do post | comentar | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds