Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Junto à água

Aves marinhas

Aves Marinhas

Aves, Costa da Caparica

Aves na orla das ondas, Costa da Caparica

Aves na praia

 

Eu já soube o nome destes bichinhos..e tenho a certeza que a Alexandrina ou a Helena sabem... pode ser que apareçam e nos contem

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:56
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Aves, sol e mar na Costa da Caparica

Ave na areia da praia

 

Há muitos anos que não ia à Costa da Caparica... tantos que nem me consigo lembrar quando foi a ultima vez... e a verdade é que o que lá encontrei não tem nada  a ver com o que recordava... estará longe de ser uma frente de praia apelativa, ou uma marginal que apeteça percorrer... mas está sem dúvida muito diferente.

 

Como devem ter adivinhado, estou a falar de outro fim de semana que não este que de primaveril não tinha nada, há 15 dias o Domingo foi soleado e de temperatura agradável, e convidava a passeios pela areia... é claro que havia que ter algum cuidado com as ondas... ou preparar-se para correr, tal qual a nossa amiguinha ali da fotografia

 

Costa da Caparica, Janeiro de 2011


publicado por Jorge Soares às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 30 de Janeiro de 2011

Janeiro, Hibisco depois da chuva

Janeiro, Hibisco depois da Chuva

Hibisco, depois da Chuva

Hibisco vermelho

Hibisco

 

Depois de uma noite de chuva, este hibisco estava assim

 

Setúbal, Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:28
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 29 de Janeiro de 2011

Vaticano, Basílica de São Pedro

Roma, Basílica de São Pedro

Basílica de São Pedro, Vaticano

Basílica de São pedro, Roma

Roma, Basílica de São Pedro

Roma, Basilica de São Pedro

 

Fotografias sem tripé e sem flash

 

Basílica de São pedro, Vaticano, Roma, Itália

 

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:15
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

Aves do Jardim Zoológico de Lisboa

Aves do Zoológico de Lisboa

Aves do Zoológico de Lisboa

Aves, Zoo de Lisboa

Aves, Zoo de Lisboa

 

Aves do Jardim Zoológico de Lisboa

Outubro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:05
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Sem censura

Sem censura no museu do Vaticano

 

Havia umas largas dezenas de estátuas deste tipo no Museu do Vaticano, não me lembro se vi mais alguma que não havia sido censurada.. como dizia a Helena no comentário à fotografia de ontem, a igreja católica está a anos luz das civilizações que a antecederam na história... por algo a idade média é a época das trevas.

 

Museu do Vaticano, Roma, Itália

Dezembro de 2010

Jorge Soares

 

10 de Dez de 2010, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 200, Exp.: 1/15 seg., Abert.: 4.5, Ext.: 24mm, Flash: Não


publicado por Jorge Soares às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

Vaticano, Praça de São Pedro

Vaticano

Vaticano, Praça de São Pedro

Praça de São Pedro, Vaticano

Vaticano

Praça do Vaticano

 

No dia em que fomos ao Vaticano, para além de estarem a montar a árvore de natal, havia uma missa especial para os membros da aviação militar italiana e a praça estava em boa parte preenchida por dezenas de autocarros, mesmo tentando não apanhar (muito) os autocarros, dá para ver da imponência do lugar.

 

Praça de São Pedro, Cidade do Vaticano, Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Censura

Censura no museu do Vaticano

 

Museu do Vaticano, Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares

 

10 de Dez de 2010, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 200, Exp: 1/15 seg., Abert.: 5.0, Ext. focal: 30mm, Flash: Não


publicado por Jorge Soares às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

Roma: Fontana di Trevi, História

Fontana di Trevi

 

Fontana di Trevi (Fonte dos trevos, em português) é a maior (cerca de 26 metros de altura e 20 metros de largura) e mais ambiciosa construção de fontes barrocas da Itália e está localizada na rione Trevi, em Roma.

 

A fonte situava-se no cruzamento de três estradas (tre vie), marcando o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma. No ano 19 a.C., supostamente ajudados por uma virgem, técnicos romanos localizaram uma fonte de água pura a pouco mais de 22 quilômetros da cidade (cena representada em escultura na própria fonte, atualmente). A água desta fonte foi levada pelo menor aqueduto de Roma, diretamente para os banheiros de Marcus Vipsanius Agrippa e serviu a cidade por mais de 400 anos.

O "golpe de misericórdia" desferido pelos invasores godos em Roma foi dado com a destruição dos aquedutos, durante as Guerras Góticas. Os romanos durante a Idade Média tinham de abastecer-se da água de poços poluídos, e da pouco límpida água do rio Tibre, que também recebia os esgotos da cidade.

O antigo costume romano de erguer uma bela fonte ao final de um aqueduto que conduzia a água para a cidade foi reavivado no século XV, com a Renascença. Em 1453, o Papa Nicolau V, determinou que fosse consertado o aqueduto de Acqua Vergine, construindo ao seu final um simples receptáculo para receber a água, num projeto feito pelo arquiteto humanista Leon Battista Alberti.

 

Em 1629, o Papa Urbano VIII achou que a velha fonte era insuficientemente dramática e encomendou a Bernini alguns desenhos, mas quando o Papa faleceu o projeto foi abandonado. A última contribuição de Bernini foi reposicionar a fonte para o outro lado da praça a fim de que esta ficasse defronte ao Palácio do Quirinal (assim o Papa poderia vê-la e admirá-la de sua janela). Ainda que o projeto de Bernini tenha sido abandonado, existem na fonte muitos detalhes de sua idéia original.

 

Muitas competições entre artistas e arquitetos tiveram lugar durante o Renascimento e o períodoBarroco para se redesenhar os edifícios, as fontes, e até mesmo a Scalinata di Piazza di Spagna(as escadarias da Praça de Espanha). Em 1730, o Papa Clemente XII organizou uma nova competição na qual Nicola Salvi foi derrotado, mas efetivamente terminou por realizar seu projeto. Este começou em 1732 e foi concluído em1762, logo depois da morte de Clemente, quando o Netuno de Pietro Bracci foi afixado no nicho central da fonte.

 

Salvi morrera alguns anos antes, em 1751, com seu trabalho ainda pela metade, que manteve oculto por um grande biombo. A fonte foi concluída por Giuseppe Pannini, que substituiu as alegorias insossas que eram planejadas, representando Agrippa e Trivia, as virgens romanas, pelas belas esculturas de Neptuno e seu séquito.

 

Retirado de Wikipédia


publicado por Jorge Soares às 17:26
link do post | comentar | favorito
|

Na casa defronte de mim e dos meus sonhos,

Casa na Vila do Gerês

 

Na casa defronte de mim e dos meus sonhos, 
Que felicidade há sempre! 

Moram ali pessoas que desconheço, que já vi mas não vi. 
São felizes, porque não sou eu. 

As crianças, que brincam às sacadas altas, 
Vivem entre vasos de flores, 
Sem dúvida, eternamente. 

As vozes, que sobem do interior do doméstico, 
Cantam sempre, sem dúvida. 
Sim, devem cantar. 

Quando há festa cá fora, há festa lá dentro. 
Assim tem que ser onde tudo se ajusta — 
O homem à Natureza, porque a cidade é Natureza. 

Que grande felicidade não ser eu! 

Mas os outros não sentirão assim também? 
Quais outros? Não há outros. 
O que os outros sentem é uma casa com a janela fechada, 
Ou, quando se abre, 
É para as crianças brincarem na varanda de grades, 
Entre os vasos de flores que nunca vi quais eram. 
Os outros nunca sentem. 

Quem sente somos nós, 
Sim, todos nós, 
Até eu, que neste momento já não estou sentindo nada. 

Nada! Não sei... 
Um nada que dói... 

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

 

 

Tenho uma amiga que diz que com chuva as cores ficam mais vivas, a julgar por esta fotografia que mostra um pedacinho do Outono no nosso país, ela tem razão.

 

Outono na Vila do Gerês

Novembro de 2010


publicado por Jorge Soares às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Roma: Fontana di Trevi de dia

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi

Roma, Fontana di Trevi

Fontana di trevi

 

De dia era assim... uma enorme multidão o tempo todo...pouco espaço e sombra, sempre sombra. Para ser sincero, há em Roma muitos sítios bem mais interessantes.

 

Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:17
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Primavera primeira

Primavera primeira

 

estremeço desde o princípio do meu rosto
desde o momento em que sorri e me sorriram
e é nesse lugar ínfimo que suspendo todas as palavras
que fecho os olhos e sinto a frescura de todas as águas
o oceano que cessa e atende o esvoaçar da primavera

é a primavera de todos os outonos
é aqui que em silêncio se bordam os calendários
dias entre dias e sobre dias e as memórias que escapam
e não mais se alcançam se não nos tornamos menores
- no futuro não há esquecimento nem segredos
cada coração guarda apenas o que for mais comum

Vasco Gato

 

Carrigaline, Irlanda

Abril de 2009

 

Jorge Soares

 

25 de Abr de 2009, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 400, Exposição: 1/160 seg., Abertura: 5.6, Extensão focal: 200mm


publicado por Jorge Soares às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

Roma: Fontana di Trevi à noite

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi, Roma

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi

Fontana di Trevi, Roma

 

As fotografias possíveis no meio da multidão e sem tripé... e não, não atirei nenhuma moeda para a água... nem eu nem ninguém, acho que essa tradição passou de moda.

 

Fontana di Trevi à noite

Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:57
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
|

Detalhes do Inverno... antes do frio glaciar

Flor de dente de leão

 

Este fim de semana mal saí de casa, deu para passar pelo local onde tirei esta e reparar que a Primavera que por ali se parecia anunciar... fugiu para parte incerta.

 

Flor de dente de Leão em Setúbal

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 13:28
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 23 de Janeiro de 2011

Longo foi o caminho

Fim do dia em Roma

 

Longo foi o caminho e desmedidos
Os sonhos que nele tive.
Mas ninguém vive
Contra as leis do destino.
E o destino não quis
Que eu me cumprisse como porfiei.
E caísse de pé, num desafio
Rio feliz a ir de encontro ao mar
Desaguar,
E, em largo oceano, eternizar
O seu esplendor torrencial de rio.

Miguel Torga

 

 

Fim de tarde no Foro Romano, Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:51
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 22 de Janeiro de 2011

As águas correm, cheias de memórias

Cascata no Gerês

 

As águas correm, cheias de memórias

Passado perdido de lutas inglórias

Que o Fado há muito abandonou

Meu legado de esperança

Reside na etérea mudança

De um momento que passou...

 

 

Destino desfigurado

Templo marginalizado

De mentiras e ilusões

Procuro salvo resguardo

Nas malhas de um tempo minado

Por tristes recordações...

 

 

Sou um rio de águas paradas

Apelo, em vão, pelo mar

Prisioneiro destas margens

Pelas eternas paragens

Que adornam meu sonhar

Corro, sem nunca chegar...

 

 

In-perfeita

 

Parque nacional da Peneda Gerês

Novembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Em Janeiro as cores .....

Flores em Janeiro

 

... são frias, nos dias nublados predomina a luz azul, este hibisco estava num lugar sombrio. Não é dificil dar a volta às condições naturais, basta ir aos setings da máquina e mudar o white balance para nublado de modo a que esta acrescente algo de luz laranja que contraste o frio azul do Inverno ... aqui o amador nunca se lembra dessas coisas....

 

Setúbal

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

A Primavera que se anuncia e o Outono que tarda em sair

Folha

 

Não foi no mesmo dia da fotografia das flores de pessegueiro do post anterior, mas podia ter sido, porque bem perto daquele pessegueiro havia um plátano onde ainda podíamos ver as últimas folhas do Outono anterior.. junto com os primeiros rebentos das novas que em breve voltarão a cobrir a árvore de verde. A natureza tarda em abandonar as suas vestes outonais e já se prepara para renascer...

 

Setúbal, Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 23:06
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

Quando Tornar a Vir a Primavera

Flores de pessegueiro, promessa de primavera

 

Quando Tornar a Vir a Primavera

 

Quando tornar a vir a Primavera 
Talvez já não me encontre no mundo. 
Gostava agora de poder julgar que a Primavera é gente 
Para poder supor que ela choraria, 
Vendo que perdera o seu único amigo. 
Mas a Primavera nem sequer é uma cousa: 
É uma maneira de dizer. 
Nem mesmo as flores tornam, ou as folhas verdes. 
Há novas flores, novas folhas verdes. 
Há outros dias suaves. 
Nada torna, nada se repete, porque tudo é real. 

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"
Heterónimo de Fernando Pessoa

 

É um pessegueiro, está numa encosta da serra virada para sul e para o Sado, no fim de semana já estava assim... eu sei que uma andorinha não faz a Primavera.. mas uma flor faz... ou não?

 

Flores de pessegueiro em Janeiro, Parque Urbano de Albarquel, Setúbal

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

Roma: Fim de tarde no Foro Romano

Fim de tarde em Roma, Foro Romano

Roma, Foro Romano

Roma, Foro Romano

Fim de tarde no foro Romano

Roma, Fim de tarde no Foro Romano

 

Fim de tarde no Foro Romano

Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Inverno: Dente de Leão

Inverno

 

Flor que não dura 
Mais do que a sombra dum momento 
Tua frescura 
Persiste no meu pensamento. 

Não te perdi 
No que sou eu, 
Só nunca mais, ó flor, te vi 
Onde não sou senão a terra e o céu. 

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

 

Flor de dente de leão

Setúbal, Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:30
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Azul

Mar Português, azul

Pensar é bom.
Pensar é viajar pelo mundo.
Pensar é sorrir e...
...às vezes chorar!
Pensar é algo que todos conseguem fazer.
Mesmo que não o queiram,
Estão sempre a pensar.
As plantas pensam,
Os animais pensam,
Nós pensamos e quem sabe...
...Os objectos também.

 

Libel

 

Quando penso em azul eu penso no nosso mar... depois de viajar pelo mundo, concluo sempre que não há mar como o nosso, que nos convida a contemplar...

 

Praia dos três Irmãos, Alvor, Algarve

Março de 2008

Jorge Soares

 

29 de Mar de 2008, Câmara: OLYMPUS FE-140,X-725, ISO: 80, Exposição: 1/800 seg., Abertura: 4.6 Extensão focal: 6.3mm


publicado por Jorge Soares às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Roma: Mirador com vista para o passado

Roma

Fim de atrde em Roma

Fim de Tarde em Roma

Fim de tarde com vista para a Roma antiga

Fim de tarde em Roma

 

Quantos séculos de história estarão representadas nestas fotografias?

Fim de tarde no Foro Romano, Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:22
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Pedras no caminho .... Seja Feliz

Pedras no Caminho, afasto-as todas - Augusto Cury

 

Seja Feliz

 

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo.

 

E você pode evitar que ela vá à falência.

 

Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

 

Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.

 

Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

 

Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.

 

Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.

 

Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

 

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

 

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

 

É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.

 

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

 

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

 

É saber falar de si mesmo.

 

É ter coragem para ouvir um “não”.

 

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

 

Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.

 

É ter maturidade para falar “eu errei”.

 

É ter ousadia para dizer “me perdoe”.

 

É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”.

 

É ter capacidade de dizer “eu te amo”.

 

É ter humildade da receptividade.

 

Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz…

 

E, quando você errar o caminho, recomece.

 

Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita.

 

Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.

 

Usar as perdas para refinar a paciência.

 

Usar as falhas para lapidar o prazer.

 

Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

 

Jamais desista de si mesmo.

 

Jamais desista das pessoas que você ama.

 

Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um obstáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.

 

Pedras no Caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…

 

Augusto Cury

 


 

Para quem acha que a ultima frase  e uma parte do poema é de Fernando Pessoa, aqui está a verdadeira origem... um poema de Augusto Cury, um poeta Brasileiro...

 

A fotografia é nas margens do Tejo..e tem tudo a ver com castelos já que foi tirada bem perto do Castelo de Almourol em Setembro passado no dia em que fui ver o Viriato representado pelos Fatias de cá,

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:06
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Terça-feira, 18 de Janeiro de 2011

Mais Inverno... Dos Plátanos

Inverno, folha

Inverno, folha de plátano

Inverno, folha de plátano

Inverno, plátanos

 

Setúbal

Janeiro de 2111

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

Variação sobre Rosas

Rosa silvestre

 

Como as rosas selvagens, que nascem
em qualquer canto, o amor também pode nascer
de onde menos esperamos. O seu campo
é infinito: alma e corpo. E, para além deles,
o mundo das sensações, onde se entra sem
bater à porta, como se esta porta estivesse sempre
aberta para quem quiser entrar.
Tu, que me ensinas o que é o
amor, colheste essas rosas selvagens: a sua
púrpura brilha no teu rosto. O seu perfume
corre-te pelo peito, derrama no estuário
do ventre, sobe até aos cabelos que se soltam
por entre a brisa dos murmúrios. Roubo aos teus
lábios as suas pétalas.
E se essas rosas não murcham, com
o tempo, é porque o amor as alimenta.

Nuno Júdice

 

Rosa silvestre algures no sopé da serra da Arrábida

Setúbal

Maio de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2011

Dias de Inverno

Inverno em Vanicelos

Dias de Inverno

Inverno

Inverno

 

Dias de Inverno

Dezembro de 2010


publicado por Jorge Soares às 17:20
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Inverno

Inverno na Serra da Estrela

 

Inverno

 

Já o Inverno, expremendo as cãs nevosas,
Geme, de horrendas nuvens carregado;
Luz o aéreo fuzil, e o mar inchado
Investe ao pólo em serras escumosas;

 

Ó benignas manhãs!, tardes saudosas,
Em que folga o pastor, medrando o gado,
Em que brincam no ervoso e fértil prado
Ninfas e Amores, Zéfiros e Rosas!

 

Voltai, retrocedei, formosos dias:
Ou antes vem, vem tu, doce beleza
Que noutros campos mil prazeres crias;

 

E ao ver-te sentirá minha alma acesa
Os perfumes, o encanto, as alegrias,
Da estação que remoça a natureza.

 

Bocage

 

Neve no Inverno da Serra da Estrela,

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 16 de Janeiro de 2011

Outras Janeiras

Janeiro... renascer

 

Sobre tantos Janeiros de nós dois,
Cansou-se a velha lua de sonhar
E, em se indo deitar, surgiu, depois,
Um sol que só nasceu pr`a vir espreitar…

 

Se, em cantando as Janeiras, tu me dóis,
Se me dóis mais ainda ao não cantar,
Que fazer se, por ti, me nascem sóis
E, enquanto me doeres, eles vão voltar?

 

Não cantaste as Janeiras… que me importa
Se, amanhã, me vieres bater à porta
Por sentires o vazio de uma saudade?
Olho o céu de Janeiro e fico absorta;

 

Nem uma estrela brilha, viva ou morta,
E tudo o que promete é tempestade…

 

Maria João Brito de Sousa

 

Jardim de Vanicelos, Setúbal,

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:09
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 15 de Janeiro de 2011

Fora de tempo

Coliseu de Roma

 

Qualquer Tempo

 

Qualquer tempo é tempo. 
A hora mesma da morte 
é hora de nascer. 

Nenhum tempo é tempo 
bastante para a ciência 
de ver, rever. 

Tempo, contratempo 
anulam-se, mas o sonho 
resta, de viver. 

Carlos Drummond de Andrade, in 'A Falta que Ama'

 

 

Algo está fora de tempo, não sei se será a bicicleta ou os soldados romanos... mas sem dúvida, algo está fora de tempo.

 

Coliseu de Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:17
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds