Sábado, 31 de Março de 2012

Évora, Igreja da Nossa Senhora da Graça

Igreja da nossa senhora da Graça

Évora, Igreja da senhora da Graça

Igreja da Nossa Senhora da Graça, Évora

Évora, Igreja da Nossa senhora da Graça

 

Évora, Igreja da Nossa Senhora da Graça

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:14
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Março de 2012

Évora! Ruas ermas sob os céus

Évora

 

Évora

 

Évora! Ruas ermas sob os céus

Cor de violetas roxas ... Ruas frades

Pedindo em triste penitência a Deus

Que nos perdoe as míseras vaidades!

 

Tenho corrido em vão tantas cidades!

E só aqui recordo os beijos teus,

E só aqui eu sinto que são meus

Os sonhos que sonhei noutras idades!

 

Évora! ... O teu olhar ... o teu perfil ...

Tua boca sinuosa, um mês de Abril,

Que o coração no peito me almoroça!

 

... Em cada viela o vulto dum fantasma ...

E a minh'alma soturna escuta e pasma ...

E sente-se passar menina e moça ... 

 

Florbela Espanca

 

Évora, Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Março de 2012

Évora: Praça do Giraldo à noite

Évora, Praça do Giraldo à noite

Évora, Praça do Giraldo à noite

Évora, Praça do Giraldo à noite

Évora, Praça do Giraldo à noite

Évora

 

Évora, Praça do Giraldo à noite

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Detalhes da primavera

Primavera

 

Nenhuma tarefa, se bem feita, é verdadeiramente privada. É parte do trabalho do Mundo.
(Autor desconhecido)

 

Setúbal, Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 13:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Março de 2012

O Pavão

O pavão

 

Évora,

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Março de 2012

Castro Marim: Castelo

castro Marim

Castelo de Castro Marim

Bandeira de Portugal, Castro Marim, Castelo

Castro Marim, Castelo

Castro Marim

 

Castelo de Castro Marim

Algarve, Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:47
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Março de 2012

..e Olhares,.. Tavira

Detalhes, tavira

Tavira

Tavira

Tavira

Gato

 

Olhares no Algarve

Tavira

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 23:04
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Março de 2012

Castro Marim: Igreja de Nossa senhora dos Mártires

Castro Marim, Algarve

Castro Marim, Igreja

Castro Marim, Igreja

Castro Marim

 

 

Igreja de Nossa senhora dos Mártires

Castro Marim, Algarve, Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:29
link do post | comentar | favorito
|

Castro Marim:Igreja de Nossa Senhora dos Mártires

Igreja de Nossa senhora dos Mártires

 

Num mundo que encerrou para sempre a Idade Média fundamentalmente rural, o novo milénio iniciou-se sob o signo do desenvolvimento urbano. Este desenvolvimento criou-se em torno das cercas muralhadas dos castelos medievais e destas partem à conquista de terrenos circundantes. 

Castro Marim não fugiu à regra e tornou-se numa das vilas que se geraram em torno de um elemento gerador, o Castelo, alargando-se pelo vale que o separa do Cerro do Cabeço o­nde mais tarde se implantou o Forte de São Sebastião. 

Neste vale surgiu, no século XVI, uma Ermida denominada de Nossa Senhora dos Mártires, pela incapacidade da Matriz da vila, intra-muralhas, abrigar todos os fiéis. Esta Ermida foi visitada por diversas vezes, durante o século XVI, pela Ordem de Santiago, que tinha tido a sua sede no Castelo de Castro Marim entre 1319-1356, ano em que se trasladou para a vila de Tomar. 


Estas visitações descrevem a Ermida como tendo um único corpo, com capela-mor abobadada com coruchéu e um altar em alvenaria com tribuna o­nde assentava uma imagem de vulto de Nossa Senhora com o Menino, em pedra; no corpo da Ermida, de uma só nave, estavam três imagens pintadas de matiz, uma de S. Bartolomeu, uma de Sta.Catarina e outra de S. Sebastião; possuía o portal principal a poente e outro a sul, cada um com duas pias de água benta embutidas na parede de alvenaria; um adro, em redor da dita Ermida, o­nde se enterravam os defuntos.

Da Visitação de 1518 para a de 1534 foi esta Ermida acrescentada por um alpendre a poente, abrigando o portal principal, seguindo em toda a fachada sul. A Visitação de 1554 dá-lhe a localização da sacristia, que dantes não era focada, a sul com porta de verga recta. A Visitação de 1565 denuncia um aumento da altura das paredes, a substituição das madeiras dos tectos por novas, e o acrescento de um novo alpendre desde a fachada principal até à parede da sacristia. 
Após o terramoto de 1755, responsável pela destruição da Igreja Matriz de Santiago, foi esta Ermida tornada paroquial da vila, mandada construir pelo Lopo Mendes de Oliveira, Comendador da Ordem de Cristo e Alcaide deste Castelo.


Devido à sua pequenez foi mandada restaurar e ampliar entre os finais do século XVIII e inicio do século XIX, tendo as obras ficado concluídas em 1834, sob a responsabilidade do arquitecto João Lopes do Rosário.

Denuncia na sua arquitectura várias campanhas arquitectónicas de grande interesse: galilé renascentista; zimbório e abobada de lunetas da capela-mor barrocos; elementos neo-manuelinos na platibanda que sobrepõe a galilé. Possui planta longitudinal de nave única, coro-alto com balaustrada de barriga em madeira, transepto e capela-mor de dois tramos. 


Fachada principal a oeste, tripartida, com portal principal de verga recta sobrepujada por frontão de lanços com tímpano triangular, encimado por janelão rectangular e relógio circular com telhado em empena com cruz de ferro no topo. Na fachada sul, galilé com cinco vãos em arco de volta perfeita assentes em colunelos de capiteis neo-manuelinos, o­nde existe um painel de azulejos azuis e brancos evocando Nossa Senhora da Conceição.

 
É possuidora de vários exemplos de imaginária do século XVI e XVIII, em madeira, bem como retábulos no altar-mor e transepto em madeira marmoreada e polícroma. 

Reparte esta Matriz com o Castelo, a norte, e o Forte de São Sebastião, a sul, a moldura que compõe a imagem de Castro Marim, denunciando as linhas singelas de todo o casario que os envolve.

 

Fonte CM de Castro Marim 

 

Castro Marim, Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:36
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Março de 2012

A ria, sempre Formosa

Ria Formosa, tavira

Ria Formosa, Tavira

Ria Formosa, Tavira

Ria Formosa, concha

Ria Formosa, Tavira

 

A ria Formosa em cabanas, Tavira

Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:14
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Março de 2012

Há vida no Bonfim

 

Há vida no jardim

GenteGente

Há vida no jardim

Há vida no jardim

 

Jardim do Bonfim

Setúbal

Março de 2012

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:46
link do post | comentar | favorito
|

saudade ......

A solidão

 

Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora,  mas o amado já...

Pablo Neruda

 

Jardim do Bonfim, setúbal

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Março de 2012

Borboleta Zebra (Iphiclides feisthamelii)

Borboleta

Borboleta

Borboleta

Borboleta

 

A primeira desta primavera... não tenho a certeza, mas acho que é uma Borboleta Zebra (Iphiclides feisthamelii) que andava ali pelo sopé da arrábida.

 

setúbal, Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

De que cor são as tuas emoções?

Viver

 

De que cor são as tuas emoções?

 

De que cor é o medo,

preto como um mistério não desvendado.

 

De que cor é a tristeza,

sépia como um quadro esquecido.

 

De que cor é a vingança,

vermelho como uma rosa com picos.

 

De que cor é a ambição,

amarelo com o sol de todos os dias.

 

De que cor é a maldade,

cinzento como um pássaro já sem vida.

 

De que cor é a dor,

transparente como uma lágrima derramada.

 

De que cor é o desejo,

lilás como uma flor delicada.

 

De que cor é o meu sentimento maior,

castanho como um forte tronco de árvore.

 

De que cor são os meus sonhos,

azuis como um oceano sem fim.

                     

Raquel Soares 

 

Setúbal, Marçode 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Março de 2012

A timidez da Primavera, Flores silvestres

Flores silvestres

Flores silvestres

Flores silvestres

Flores silvestres

Flores Silvestres

 

Amostras de uma Primavera seca e muito tímida.

Flores silvestres do sopé da Arrábida

Setúbal, Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:43
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

A esperança de uma Primavera risonha

A promessa da primavera

 

Se não tivéssemos inverno, a primavera não seria tão agradável: se não experimentássemos algumas vezes o sabor da adversidade, a prosperidade não seria tão bem-vinda.

 

Anne Bradstreet

 

Jardim do Bonfim

;arço de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Março de 2012

A Primavera ....

Primavera

Primavera

Primavera

Primavera, flor de marmeleiro

Primavera

 

... o ano passado foi assim no sopé da Arrábida, este ano não chove ... quer-me parecer que vai ser bem menos colorida.

 

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Em busca da melhor perspectiva

Perspectiva

 

Não percebi muito bem o que estaria ela a focar.... mas seria de certeza algo interessante.

 

Jardim do Bonfim, Setúbal

Março de 2012

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Março de 2012

O lago dos cisnes

O lago dos cisnes

O lago dos cisnes

O lago dos cisnes

Jardim do Bonfim

Jardim do Bonfim, Setúbal

 

Anoitece no lago dos cisnes

Jardim do Bonfim, setúbal

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 18 de Março de 2012

Rosa Amarela

Rosa Amarela

 

Rosa Amarela com a luz do fim de tarde

 

Cacela Velha, Tavira, Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Sábado, 17 de Março de 2012

Setúbal, Casa da Baía

Casa da Baía, Setúbal

Casa da Baía, Setúbal

Casa da Baía

Casa da Baía, Setúbal

Casa da Baía, Setúbal

 

Casa da Baía de Setúbal

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Março de 2012

Não levante a mão para bater

Setúbal mais bonita

Setúbal mais bonita

Igualdade

Igualdade, Setúbal mais bonita

Não levante a mão

 

Andava à muito tempo para fotografar este muro, durante o dia é muito dificil, porque há sempre carros estacionados, passei lá um destes dias à noite...

 

Setúbal mais Bonita

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

A primeira Papoila

Papoila

 

A falta de chuva é notória por estes lados, nos outros anos por esta altura já os campos do sopé da serra estavam tingido do vermelho das papoilas, do amarelo dos pampilhos e de todas as outras cores do inicio da Primavera..este ano os campos estão mais ou menos como estavam em fins de Setembro, amarelos, secos..sem vida.

 

No fim de semana num dos meus passeios pelo sopé da serra, encontrei esta... a única até agora.. cheira-me que esta primavera vai trazer menos colorido a este blog.

 

Setúbal

Março de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Março de 2012

Eles também gostam da praia no Inverno

Gente na Praia

gente na Praia

Gente na praia

Gente na Praia

Na praia

 

Praia do Bariil, Tavira, Algarve

Fevereiro  de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:57
link do post | comentar | favorito
|

A ementa do dia

Ementa

 

O canário não faz parte da ementa... por isso é que ficou desfocado... por isso e pela minha pressa, não fosse o empregado aparecer e não gostar de me ver a tirar fotografias a tudo o que me rodeava... um destes dias tenho que deixar mesmo de ser tímido.

 

Praia do barril, Tavira

Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Março de 2012

Cabanas

Chaminé Algarvia, Cabanas

Cabanas, Tavira, Algarve

Cabanas, Algarve

Cabanas

Cabanas

 

Cabanas, Tavira, Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Paciência

O gato

 

Aquele que tiver paciência terá o que deseja.

Benjamim Franklin

 

 

Cabanas, Tavira, Algarve

Fevereiro de 2102

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:03
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Março de 2012

Cabanas, A Passagem

Ria Formosa, A Passagem

Cabanas, Ria Formosa

Cabanas, Ria Formosa

Cabanas, Ria Formosa, A passagem

Cabanas, Ria Formosa, A Passagem

 

Ria Formosa, Cabanas, Tavira

fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

O pisco

 

Há muito que não via um pisco... este andava pelos Algarves....

 

Praia do Barril, tavira

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:19
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Março de 2012

Tavira

Tavira

Tavira

Tavira

Tavira

Tavira

 

Tavira, Algarve

Fevereiro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 268 seguidores

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

SAPO Blogs

.subscrever feeds