Segunda-feira, 31 de Março de 2014

Esperança

Esperança

 

 

"Um dia tudo será excelente, eis a nossa esperança; hoje tudo corre pelo melhor, eis a nossa ilusão."

 Voltaire

 

Um Plátano no inverno de Setúbal

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 30 de Março de 2014

Gente da minha terra

Gente da minha terra

 

 

 

É meu e vosso este fado
Destino que nos amarra
Por mais que seja negado
Às cordas de uma guitarra

Sempre que se ouve um gemido
Numa guitarra a cantar
Fica-se logo perdido
Com vontade de chorar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

 

Num dia de inverno em Setúbal

Parque Urbano de Albarquel

Janeiro de 2014


publicado por Jorge Soares às 22:08
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Março de 2014

Mastros 2

Mastros

 

Na Doca das fontainhas

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Março de 2014

Mastros

Mastros

 

 

Mastros na doca das fontainhas

Setúbal

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:40
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Março de 2014

Na Doca

Barcos

 

 

"O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê."

Platão

 

Doca das Fontainhas, Setúbal

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Março de 2014

O tempo que passou

 

 

"O tempo que passa não passa depressa. O que passa depressa é o tempo que passou."

Virgilio Ferreira

 

Parque Urbano de Albarquel, setúbal

Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:45
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Março de 2014

... tudo quanto não consegui ser

Tempo

 

"O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto.

 

Fernando Pessoa

Livro do Desassossego

 

Nas margens do Rio Sado

Setúbal, Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Março de 2014

Crepúsculo, o rio, a cidade e a serra

Crepúsculo no Sado

Crepúsculo no Sado

Crepúsculo

 

 

Setúbal, Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:11
link do post | comentar | favorito (1)
|
Domingo, 23 de Março de 2014

Unidos

Unidos

 

Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro.

Leonardo da Vinci

 

No velho pontão da praia da saúde

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Março de 2014

Colhe a alegria das flores

Primavera

 

 

Colhe a alegria das flores da primavera e brinca feliz enquanto é tempo. Sempre haverá os dias em que chegará o inverno e não terás o perfume das flores, nem o sol, nem a vivacidade das cores.

Augusto Branco

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Março de 2014

Se não tivéssemos inverno, a primavera não seria tão agradável

Primavera

 

Se não tivéssemos inverno, a primavera não seria tão agradável: se não experimentássemos algumas vezes o sabor da adversidade, a prosperidade não seria tão bem-vinda.

Anne Bradstreet

 

 

Primavera em Setúbal

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 21:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

Bem vinda Primavera

Bem vinda Primavera

 

 

Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar....

Florbela Espanca

 

Bem Vinda Primavera

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:23
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Porto de Setúbal

Porto de Setúbal

Porto de Setúbal

Setúbal

Porto de Setúbal

 

Vistas do Porto de Setúbal no Rio Sado

Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 18 de Março de 2014

Um destes dias vamos lá aos pessegos

Primavera

Primavera

Flores

Flor de Pessegueiro

Pessegueiro

 

 

Um destes dias vamos lá aos pessegos

 

Algures nos campos do sopé da Arrábida

 

Setúbal, Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Março de 2014

Que não seja só mais um dia

Mulher

Mulher

Mulher

 

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 16 de Março de 2014

Não tenhamos pressa,

Tempo

 

 

Não tenhamos pressa,
mas não percamos tempo.

José Saramago

 

 

Os dias do Inverno junto ao rio sado

setúbal, Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:24
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Março de 2014

Primavera

Primavera

 

 

A Primavera em Setúbal

 

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Março de 2014

Disse a flor para o pequeno príncipe

Borboleta

 

 

Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.

Antoine de Saint-Exupéry

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Março de 2014

A Mulher Mais Bonita do Mundo 2

A mulher mais bonita do mundo

 

 

Cuida-te quando fazes chorar, uma mulher, pois Deus conta as suas lágrimas... A mulher foi feita da costela do homem e não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior... E sim do lado para ser igual, debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada!!

 

Provérbio Judeu

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Março de 2014

A Mulher Mais Bonita do Mundo

Mulher

 

 

 

A Mulher Mais Bonita do Mundo

 

estás tão bonita hoje. quando digo que nasceram 
flores novas na terra do jardim, quero dizer 
que estás bonita. 

entro na casa, entro no quarto, abro o armário, 
abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio 
de ouro. 

entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como 
se tocasse a pele do teu pescoço. 

há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro de mim. 

estás tão bonita hoje. 

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios. 

estás dentro de algo que está dentro de todas as 
coisas, a minha voz nomeia-te para descrever 
a beleza. 

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios. 

de encontro ao silêncio, dentro do mundo, 
estás tão bonita é aquilo que quero dizer. 

José Luís Peixoto, in "A Casa, a Escuridão"

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:09
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Março de 2014

O último inquilino

Setúbal, Praia da Saúde

Barco

 

 

Aqui costumavam parar vários dos rebocadores do Sado, há neste blog e em muitos outros lugares da internet inúmeras fotografias em que eles se podem ver... agora de vez em quando pára por lá este, o último inquilino.

 

Setúbal

Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Março de 2014

Esquecidos

Órfãos

 

 

Meus brinquedos

De repente
Ao lembrar dos brinquedos queridos 
Que ficaram esquecidos
Dentro do armário
Me bate uma saudade
Me bate uma vontade
De voltar no tempo
De voltar ao passado
Mas nada acontece
Nada parece acontecer
E eu choro
Choro como o bebê que fui
E a criança que quero voltar a ser
Não quero crescer!

 

Clarice Pacheco

 

 

Do velho pontão da praia da saúde

Setúbal

Fevereiro de 2014


publicado por Jorge Soares às 21:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 9 de Março de 2014

Pescar num mar de prata

Pesca

 

 

Considerar a nossa maior angústia como um incidente sem importância, não só na vida do universo, mas da nossa mesma alma, é o princípio da sabedoria.

Fernando Pessoa

 

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:32
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 8 de Março de 2014

À espera

Gaivota

 

 

Feliz do homem que não espera nada, pois nunca terá desilusões.

Alexander Pope

 

Setúbal, Janeiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Março de 2014

Eu não quero o presente, quero a realidade

Tempo

 

 

Eu não quero o presente, quero a realidade

 

Vive, dizes, no presente, 
Vive só no presente. 

Mas eu não quero o presente, quero a realidade; 
Quero as cousas que existem, não o tempo que as mede. 

O que é o presente? 
É uma cousa relativa ao passado e ao futuro. 
É uma cousa que existe em virtude de outras cousas existirem. 
Eu quero só a realidade, as cousas sem presente. 

Não quero incluir o tempo no meu esquema. 
Não quero pensar nas cousas como presentes; quero pensar nelas 
                         como cousas. 

Não quero separá-las de si-próprias, tratando-as por presentes. 

Eu nem por reais as devia tratar. 
Eu não as devia tratar por nada. 

Eu devia vê-las, apenas vê-las; 
Vê-las até não poder pensar nelas, 
Vê-las sem tempo, nem espaço, 
Ver podendo dispensar tudo menos o que se vê. 
É esta a ciência de ver, que não é nenhuma. 

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos" 
Heterónimo de Fernando Pessoa

 

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:44
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Março de 2014

Restos de colecção

Flores

Restos de coleção

Restos de colecção

resto de colecção

 

No fim de um Dezembro chuvoso, restavam estas hortências num quintal de Portalegre, restos de uma colecção que renasce e se renova todos os anos.

 

Portalegre

Dezembro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:12
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Março de 2014

À pesca de pensamentos

Vida

Vida

Barco

 

Num dia de Inverno no Rio Sado

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 21:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Março de 2014

Ponta Verde

Ponta Verde

 

 

O último barco nos estaleiros.... o que resta para devolverem, espera-se que de vez,  o Sado ao povo

 

Praia da Saúde, Setúbal

Fevereior de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:51
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Março de 2014

Despido

Despido

 

 

"Assovia o vento dentro de mim.
Estou despido. Dono de nada, dono de ninguém, nem mesmo dono de minhas certezas, sou minha cara contra o vento, a contravento, e sou o vento que bate em minha cara."

Eduardo Galeano

 

Jardim da Beira Mar

Setúbal, Fevereiro de 2014

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 268 seguidores

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

SAPO Blogs

.subscrever feeds