Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011

Astúrias: Fim de tarde em Návia

Fim de tarde em Návia, Astúrias

Fim de tarde em Návia, Astúrias

Fim de tarde em Návia, Astúrias

Fim de tarde em Návia, Astúrias

Fim de tarde em Návia, Astúrias

Fim de tarde em Návia, Astúrias

 

Fim de tarde em Návia, Astúrias, Espanha

Agosto de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011

Quando alguém parte ....

fim de tarde em Navia, Astúrias, Espanha


Quando alguém parte, tem de deitar

ao mar o chapéu com as conchas

apanhadas ao longo do Verão,

e ir-se com o cabelo ao vento,

tem de lançar ao mar

a mesa que pôs para o seu amor,

tem de deitar ao mar

o resto do vinho que ficou no copo,

tem de dar o seu pão aos peixes

e misturar no mar uma gota de sangue,

tem de espetar bem a faca nas ondas

e afundar o sapato

coração, âncora e cruz,

e ir-se com o cabelo ao vento!

Depois, regressará.

Quando?

Não perguntes.
Ingeborg Bachmann
in O Tempo Aprazado (tradução de Judite Berkemeier e João Barrento),
Assírio & Alvim, 1992
Retirado de Há vida em Marta
Fim de tarde de Verão em Navia, Astúrias, Espanha
Agosto de 2011
Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011

Londres: O Banco

Londres, Oxford Street

Londres, O Banco, Oxford Street

Londres, O Banco, Oxford Street

Londres, Oxford Street, O banco

 

Passamos por Oxford Street ao fim da tarde, a família entrou numa das lojas, eu fiquei à porta, entretanto começou a chover. Reparei no banco ali no passeio e numa aberta por entre os milhares de transeuntes consegui uma fotografia limpa, a seguir chegaram eles e mesmo com o banco molhado pela chuva, sentaram-se.. já que estava com a máquina na mão, ... depois eles levantaram-se tentei apanhar de novo o banco vazio...  quase conseguia ... 

 

Oxford Street ao fim da tarde

Londres, Agosto de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:50
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011

Gosto do Alentejo

Pôr do Sol em Monsaraz

 

Gosto do Alentejo  

 

Gosto menos dos campos felizes,

Exuberantes, sempre vestidos

De verdes macios…

Não recebo deles aquela inquietação

Que os campos mais tristes

Por vezes me dão!

Gosto mais do Alentejo,

Do meu!...

De Moura onde nasci,

A Beja, Santa Victória,

Onde nasceu o meu amor por ele!

Gosto do meu Alentejo – Tragédia!

Imenso, quente e nu!

Gosto da sua terra de barro

Da cor da carne viva!

Gosto de ouvir dizer

Chaparro, tarro, seara,

Almeara, restolho,

Palavras musicais

Fortes, gostosas,

Que o alentejano diz arrastando

 

Como se arrasta a saudade,

E a ansiedade da sua alma

De homem solitário,

Que tem pudor do riso

E orgulho no canto,

- Esse estranho pranto

Dos sonhos que tem sem se aperceber!...

Gosto do meu Alentejo

De Inverno frio, arrepiante,

Onde só um ventinho cante!

Gosto das suas tardes de Verão,

De calma sufocante,

Onde nem pássaros cantem

E só a cigarra cante!

Gosto da terra!

Da terra que se oferece

Ali, à luz do dia!

Dessa terra fecunda,

Como um ventre macio

Que por amor de Deus

 

Concebe o Pão – o nosso Pão,

Em toda a imensidão

Duma nudez sem pecado!

Gosto do meu Alentejo só,

Tragicamente mudo

Sob o olhar azul do céu!

Gosto de ver bailar

O silêncio mais a escuridão

Nas noites sem Luar!

E, de dia…

O que impõe o Alentejo,

O que nele me seduz,

É ver o silêncio

Mais a solidão,

A gerar o pão

Em bebedeiras de luz!...

 

Maria José Travelho Rijo

Primavera de 1955

Retirado de aqui 

 

O Sol do fim de tarde por entre as ruínas do Castelo de Monsaraz

Julho de 2011

Jorge Soares

 

 


publicado por Jorge Soares às 00:02
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Agosto de 2011

Alentejo, Monsaraz: Vistas desde o Castelo

Monsaraz, Alentejo, Portugal

Fim de tarde em Monsaraz

Fim de tarde em Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Fim de tarde em Monsaraz, vistas desde as muralhas.

Alentejo, Julho de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 11:45
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011

Alentejo, Detalhes de Monsaraz

Monsaraz

Janela, Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Alentejo, Monsaraz

 

Fim de tarde em Monsaraz, Alentejo

Julho de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:31
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Agosto de 2011

Alentejo, Monsaraz : Olha o passarinho

Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

Monsaraz, Alentejo

 

Dei por eles ainda antes de entrar nas muralhas, eles e o fotógrafo, não sei por onde andariam os convidados, sei sim que os fui encontrando aqui e ali pelas ruelas.... andaram por ali de certeza mais de uma hora.... não lhes gabo a paciência, por algo não houve fotógrafo oficial no meu casamento.. mas  invejo o lucro do fotógrafo, centenas de cliks (€). No fim, na ingreme e perigosa escada de metal que levava ao cimo da muralha, já dava pena a expressão da pobre noiva... mas dizem que quem corre por gosto não cansa....

 

Eu detesto fotos de casamento, não seria capaz de fazer o trabalho ali do senhor... mas adoro apanhar estas cenas, pessoas que fazem pose para outros fotógrafos, estes a fazerem o seu trabalho.... gosto, pronto.

 

Fim de tarde em Monsaraz, Alentejo

Julho de 2011

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 16:28
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

Alentejo: Fim de tarde em Monsaraz

Alentejo, Monsaraz

Alentejo, Monsaraz e Alqueva

Alentejo, Monsaraz

Alentejo, Monsaraz

Alentejo, Monsaraz

 

Fim de tarde em Monsaraz, Alentejo

Julho de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

O crepúsculo em Albarquel

Crepúsculo em Albarquel

Crepúsculo em Albarquel

Crepúsculo em Albarquel

Crepúsculo em Albarquel

A lua sobre o Sado

 

Detalhes de um fim de tarde de Verão no Parque Urbano de Albarquel

Setúbal, Julho de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:02
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Julho de 2011

O Veleiro

Veleiro em Setúbal

Veleiro

Veleiro em Setúbal

 

Fim de tarde em Setúbal

Julho de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sábado, 23 de Abril de 2011

Fim de tarde no Rio Sado

Barco no Sado

No rio Sado, canoagem

O Sado e o mar

Traineira no Sado desde Albarquel

Traineira no rio Sado

 

Fim de tarde no Rio Sado, vistas desde a praia de Albaruquel.

 

Setúbal, Abril de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

Pôr do Sol na Serra da Arrábida

O sol na Arrábida

O sol na arrábida

O sol na Arrábida em Setúbal

O Sol na Arrábida em Setúbal

O Sol na Arrábida em Setúbal

O Sol na Arrábida

 

Pôr do sol na serra da Arrábida.

 

Setrúbal, Abril de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 10 de Abril de 2011

Fim de tarde na praia

Fim de tarde em Albarquel

Fim de tarde em Albarquel

Fim de Tarde em Albarquel

Fim de tarde em Albarquel

Fim de tarde em Albarquel

 

Fim de tarde de Primavera na Praia de Albarquel

Setúbal, Abril de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 22:42
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 23 de Janeiro de 2011

Longo foi o caminho

Fim do dia em Roma

 

Longo foi o caminho e desmedidos
Os sonhos que nele tive.
Mas ninguém vive
Contra as leis do destino.
E o destino não quis
Que eu me cumprisse como porfiei.
E caísse de pé, num desafio
Rio feliz a ir de encontro ao mar
Desaguar,
E, em largo oceano, eternizar
O seu esplendor torrencial de rio.

Miguel Torga

 

 

Fim de tarde no Foro Romano, Roma

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:51
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Fim de tarde de Outono em Setúbal

Fim de tarde na Algodeia em Setúbal

Fim de tarde em Setúbal, jardim da Algodeia

Fim de tarde na Algodeia, Setúbal

A lua sobre Setúbal, jardim da algodeia

Fim de tarde no jardim da algodeia, setúbal

 

Imagens de um fim de tarde de Outono no Jardim da Algodeia, todas as imagens foram com a máquina na mão e a luz já não era muita....

Setúbal

Novembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 21 de Novembro de 2010

Fim de tarde no Parque das Nações

Fim de tarde no Parque das Nações

Fim de tarde no Parque das Nações

Fim de tarde no Parque das Nações

Fim de tarde no Parque das Nações

Fim de tarde no Parque das Nações

 

Fim de tarde de Verão no parque das nações

Lisboa, Agosto de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 11:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Novembro de 2010

Setúbal: Fim de Verão na Figueirinha

Praia da Figueirinha

Praia da Figueirinha, Setúbal

Outono na Figueirinha, Setúbal

Praia da Figueirinha, Setúbal

Fim de Verão na Figueirinha

 

Em Setúbal o verão estendesse até ao Outono, no Fim de Setembro a Praia da Figueirinha estava  cheia até ao fim da tarde.

 

Fim de tarde na Praia da Figueirinha

Setúbal

Setembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 16:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Namoro com vista para o Tejo

Namoro com vista para o tejo

 

O sol já se pôs.. mesmo ali por trás das casas que são as de Tancos, a água é a do Rio Tejo, não se vê na fotografia, mas do lado esquerdo ergue-se uma ilha  ... no seu centro, na parte mais alta há um castelo.. Almourol... poderá haver fins de tarde mais bonitos.. .. mas haverá lugar mais bonito para se dar larga a sonhos e promessas?

 

Almourol

Setembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 5 de Setembro de 2010

As sombras do fim de tarde

Sombras do fim de tarde

 

Há mulheres cuja companhia convida ao silêncio, porque sabem partilhá-lo, e não há nada mais difícil nem mais generoso.

 

Luís Sepúlveda in A lâmpada de Aladino

 

Lisboa, Parque das nações

Agosto de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Julho de 2010

Sem titulo .. não me apeteceu!

Fim de tarde na Praiinha, Praia, Cabo Verde

 

 

Criança Eterna

 

Vi nos voos dos pássaros
O entardecer escapar-se por entre
Os traços verdes do arvoredo.
Sob os olhos do anoitecer uma alma
Amparada no florir de um beijo
Em instantes de sol e doçura;
Um coração a sangrar por nada ter
Para dar e tudo perder e um homem
Que toda a sua riqueza consigo transporta.

E vi sombras de fogo num peito,
Uma alegria descontente em horas
Que são minutos quando dois corpos
Em seu leito se enamoram; e vi bolsos
De mar e de luz no desassossego
E em tudo vi a criança eterna…
Vi-me a mim.

De Alves Bento Belisário in, Inquietudes, pág. 38 (2005)

Retirado de Poesia Portuguesa

A vida deveria ser feita de momentos assim, momentos serenos, cheios de paz... devia mesmo!
Fim de tarde em Cabo Verde
Fevereiro de 2010
Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 10:24
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Julho de 2010

Sei Bem que Nunca Serei Ninguém

 

 

Sei Bem que Nunca Serei Ninguém

 

Sim, sei bem 
Que nunca serei alguém. 
Sei de sobra 
Que nunca terei uma obra. 
Sei, enfim, 
Que nunca saberei de mim. 
Sim, mas agora, 
Enquanto dura esta hora, 
Este luar, estes ramos, 
Esta paz em que estamos, 
Deixem-me crer 
O que nunca poderei ser. 

Ricardo Reis, in "Odes"
Heterónimo de Fernando Pessoa

 

A rola observa o pôr do Sol em Montargil

Alentejo

Junho de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 09:59
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Sábado, 10 de Abril de 2010

Zambujeira do Mar

Zambujeira do mar

Zambujeira do mar, fim de tarde

Fim de atrde na Zambujeira do mar

Fim de tarde na Zambujeira do mar

Fim de tarde na Zambujeira do mar

 

Fim de tarde na Zambujeira do Mar

Odemira

Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

Zambujeira do Mar, Pôr do sol

Pôr do sol na Zambujeira do Mar

Pôr do Sol na Zambujeira do mar

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

 

Pôr do Sol na Zambujeira do Mar

 

Zambujeira do mar, Odemira

Abril de 2010

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 15:15
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Março de 2010

O cair da noite

Fim de tarde em Cabo Verde

Fim de tarde em Cabo Verde

Fim de Tarde me Cabo Verde

Fim de tarde com vista para a praia de quebra canela, Cabo verde

Fim de tarde em Cabo verde 

 

Passou um mês, mas já parece que foi há tanto tempo.......

 

Fim de tarde com vista para o mar em Cabo Verde

 

Praiinha, Cidade da Praia, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 19:01
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

O Crepúsculo

Pôr do sol no Luso 

Impressões do crepúsculo

 

Paúis de roçarem ânsias pela minha alma em ouro...
Dobre longíquo de outros sinos... Empalidece o louro
Trigo na cinza do poente... corre um frio carnal por minha'alma...
Tão sempre a mesma a Hora!... Balouçar de cimos de palma!...
Silêncio que as folhas fitam em nós... Outono delgado
Dum canto de vaga ave... Azul esquecido em estagnado...
Oh que mudo grito de ânsia põe garras na Hora!
Que pasmo de mim anseia por outra coisa que o que chora!
Estendo as mãos para além, mas ao estendê-las já vejo
Que não é aquilo que quero aquilo que desejo...
Címbalos de Imperfeição... Ó tão antiguidade
A Hora expulsa de si-Tempo! Onda de recuo que invade
O meu abandonar-me a mim próprio desfalecer,
E recordar tanto o Eu presente que me sinto esquecer!...
Fuido de auréola, transparente de Foi, oco de ter-se...
O Mistério sabe-me a eu ser outro... Luar sobre o não conter-se...
A sentinela é hirta - a lança que finca no chão
É mais alta do que ela... Para que é tudo isto... Dia chão...
Trepadeiras de despropósito lambendo a Hora os Aléns...
Horizontes fechando os olhos ao espaço em que são elos de ferro...
Fanfarras de ópios de silêncios futuros... longes trens...
Portões vistos longe... através das árvores... tão de ferro!
 
Fernando Pessoa
 
Não parece, mas eram perto das 4 da tarde do dia do Solstício do Inverno, estava muito frio e desde o mar aproximavam-se as nuvens que nos iriam acompanhar nas duas ou 3 semanas seguintes.
 
Luso, Dezembro de 2009
Jorge Soares
22 de Dez de 2009, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 100, Exposição: 1/160 seg.,Abertura: 11.0, Extensão focal: 70mm

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Setúbal:Outono no Jardim do Bonfim

Jardim do Bonfim

Jardim do Bonfim, Setúbal

Jardim do Bonfim

Jardim do Bonfim

Jardim do Bonfim 

Fim de tarde de Outono no Jardim do Bonfim

Setúbal

Novembro de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Setúbal:Fim de tarde de Outono no Jardim do Bonfim

Outono no Jardim do Bonfim, Setúbal

Outono no Jardim do Bonfim

Fim de tarde de Outono, Jardim do Bonfim

Fim de tarde de Outono, Jardim do Bonfim, Setúbal

Fim de tarde de Outono, JArdim do Bonfim 

 

Setúbal

Jardim do Bonfim

Novembro de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:36
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Novembro de 2009

Setúbal, Jardim da Beira Mar II

Jardaim da Beira MAr, Setúbal

Jardim da Beira Mar, Setúbal

Jardim da Beira Mar, Setúbal

Jardim da Beira Mar; Setúbal

Jardim da Beira Mar, Setúbal 

 

Fim de tarde junto ao Rio Sado no Jardim da Beira Mar

Setúbal, Julho de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 7 de Novembro de 2009

Fim de tarde em Sintra

 O castelo dos mouros

Palácio de Sintra

Fim de tarde em Sintra

Fim de tarde em Sintra

Fim de tarde em Sintra

 

Sintra é um lugar encantador em qualquer época do ano e a qualquer hora do dia.

 

Outubro de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

Silêncio

 El silêncio

 

Silencio

 

El silencio es de madera

Sombras en el suelo que se estiran

Atadas a las cosas  a mi alrededor

Y mis sueños se disuelven entre ellas

Hasta sumirse en la nada

 

 

 

O silêncio é de madeira

sombras sobre o solo que se expandem

atadas às coisas que me rodeiam

e os meus sonhos que entre elas se dissolvem

até que se perdem no vazio

 

Durga Prieto

 

Fim de tarde no Seixal, Outubro de 2008

Jorge Soares

 

Maquina SONY Modelo, DSLR-A350,Exposição 1/50, Abertura 40/10, ISO 400, MeteringMode 5, Flash 16, Dist.Focal 550/10


publicado por Jorge Soares às 10:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 268 seguidores

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

SAPO Blogs

.subscrever feeds