Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2016

Natal na Alexander Platz

Natal na Alexander Platz

 

Natal na Alexander Platz

Berlim, Alemanha

Dezembro de 2015

Jorge Soares

 

Câmara: SONY ILCA-77M2, ISO: 1600, Exposição: 1/60 seg., Abertura: 4.0, Extensão focal: 28mm, Flash: Não

 


publicado por Jorge Soares às 23:06
link do post | comentar | favorito (1)
|
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2016

Natal em Berlim

Berlim

 

Algures numa feira de natal

Berlim, Dezembro de 2015

Jorge Soares

 

Câmara: SONY ILCA-77M2, ISO: 1250, Exposição: 1/60 seg., Abertura: 4.0, Extensão focal: 28mm, Flash: Não


publicado por Jorge Soares às 22:33
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 31 de Dezembro de 2013

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

 

 

Natal em Budapeste

Hungria, Dezembro de 2013

Jorge Soares

 


publicado por Jorge Soares às 14:14
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013

Natal em Budapeste - Feiras de Rua

Natal Em Budapest

Budapeste

Natal Em Budapeste

Natal em Budapeste

Natal em Budapeste

 

Vai um copo de mulled bor?

 

É incrivel como com 0 graus à noite os mercados e feiras de natal ao ar livre se enchiam de gente.... é claro que o vinho quente com especiarias ajudava.

 

Budapeste, Hungria

Dezembro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:55
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Dezembro de 2013

Natal em Budapest

Natal em Budapeste

 

Budapeste, Dezembro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:10
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Dezembro de 2013

É natal, é natal

Feliz Natal

 

Um feliz natal para todos

 

Um eléctrico com muíto espirito natalicio... o efeito das luzes é cortesia do Picasa... não faço ideia como se faz..

 

Budapeste, Dezembro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:04
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 21 de Dezembro de 2013

É natal, é natal

Natal

 

A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.

 

Desconhecido

 

O natal numa rua de Budapeste

Dezembro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 10:39
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

Saudades do Natal

Saudades do Natal

 

Já passou o tempo suficiente para termos saudades do Natal?

Portalegre, Dezembro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2012

É um presépio de lata

É um presépio de lata

 

Três estrelas de alumínio
A luzir num céu de querosene
Um bêbedo julgando-se césar
Faz um discurso solene

Sombras chinesas nas ruas
Esmeram-se aranhas nas teias
Impacientam-se gazuas
Corre o cavalo nas veias

Há uma luz branca na barraca
Lá dentro uma sagrada família
À porta um velho pneu com terra
Onde cresce uma buganvília

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Oiçam um choro de criança
Será branca negra ou mulata
Toquem as trompas da esperança
E assentem bem qual a data

A lua leva a boa nova
Aos arrabaldes mais distantes
Avisa os pastores sem tecto
Tristes reis magos errantes
E vem um sol de chapa fina
Subindo a anunciar o dia
Dois anjinhos de cartolina
Vão cantando aleluia

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Nasceu enfim o menino
Foi posto aqui à falsa fé
A mãe deixou-o sozinho
E o pai não se sabe quem é

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells


Rui Veloso


Ouvir no A Música Portuguesa 

 

Portalegre, Dezembro de 2012

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:43
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Dezembro de 2012

Poema de natal

soldadinho

 

Poema de Natal

Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
Assim será nossa vida:
Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —
Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.
Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.
Pois para isso fomos feitos:
Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —
De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente.


Vinicius de Moraes

Portalegre, Dezembro de 2011
Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 15:51
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 31 de Dezembro de 2011

Natal em Viseu

 

Natal em Viseu

Natal em Viseu

Natal em Viseu

Natal em Viseu

Natal em Viseu

 

Viseu, Dezembro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 25 de Dezembro de 2011

A Laurindinha ... ou, amigos para sempre

Amigos para sempre

amigos para sempre, bonecos de trapo

Amigos para sempre

Bonecos de trapo

 

Foi assim que a Laurindinha e o seu amigo passaram a noite de natal, à sua volta as crianças brincavam, os adolescentes lutavam por uma vaga no computador, os adultos viam televisão ou preparavam o jantar da noite de natal... a eles tudo lhes passou ao lado... afinal, era só mais uma noite à janela.

 

Portalegre, Dezembro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 12:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 24 de Dezembro de 2011

O presépio de lata

Presépio de lata

 

Três estrelas de alumínio
A luzir num céu de querosene
Um bêbedo julgando-se césar
Faz um discurso solene

Sombras chinesas nas ruas
Esmeram-se aranhas nas teias
Impacientam-se gazuas
Corre o cavalo nas veias

Há uma luz branca na barraca
Lá dentro uma sagrada família
À porta um velho pneu com terra
Onde cresce uma buganvília

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Oiçam um choro de criança
Será branca negra ou mulata
Toquem as trompas da esperança
E assentem bem qual a data

A lua leva a boa nova
Aos arrabaldes mais distantes
Avisa os pastores sem tecto
Tristes reis magos errantes
E vem um sol de chapa fina
Subindo a anunciar o dia
Dois anjinhos de cartolina
Vão cantando aleluia

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells,

Nasceu enfim o menino
Foi posto aqui à falsa fé
A mãe deixou-o sozinho
E o pai não se sabe quem é

É o presépio de lata
Jingle bells, jingle bells

 

Rui Veloso

 

 

 
Os meus melhores desejos de um Feliz natal a todos
Dezembro de 2011
Jorge Soares

publicado por Jorge Soares às 17:28
link do post | comentar | favorito
|

Outro Natal

É natal

 

Outro natal,
Outra comprida noite
De consoada Fria,

Vazia,
Bonita só de ser imaginada.
Que fique dela, ao menos,
Mais um poema breve
Recitado Pela neve
A cair, ao de leve,
No telhado.
Miguel Torga

publicado por Jorge Soares às 10:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Dezembro de 2011

Natal Home made

Natal Homemade

 

O Natal é quando a malta quiser... o nosso começou no Sábado passado... um natal à maneira, com convivio em família, comida, bebída, doces natalicios e crianças felizes...e adaptado aos tempos correntes, com (quase) todas as prendas feitas em casa... até as muito natalícias e perfeitas bolas foram feitas à mão... (eu prometo que para a próxima as viro para mim)

 

Bom natal para todos os visitantes deste meu espaço, que 2012 seja.... o melhor possível e por favor, sejam felizes.

 

Portalegre

Dezembro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 1 de Janeiro de 2011

O pisco do dia de natal

O pisco

 

O dia de natal acordou farrusco, como tinham estado os dias anteriores e estariam os seguintes, peguei na máquina e fui dar uma volta pelo quintal da minha mãe, ao passar pelo galinheiro, este bichinho saltou à minha frente e pousou no dióspireiro... e ficou por ali, eu andava à volta da árvore e ele ia saltando de poleiro em poleiro sempre para o lado contrário... é o pisco do dia de natal

 

Alviães, Palmaz, Oliveira de de Azeméis

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 18:15
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

Ano novo com alegria e optimismo

A vida é todos os dias não em fatias de 12 meses

 

Deve ser da idade, mas já não consigo olhar para a vida e dividi-la em fatias de 12 meses, não sou capaz de olhar para trás e pensar se este foi um bom ou mau ano, assim como não consigo olhar em frente e desejar que o próximo seja bom.. ou melhor, não consigo fazer planos a tanto tempo, nem desejos para mais uma fatia da vida... Acho que cheguei a uma fase em que simplesmente quero viver, ir passo a passo, viver cada dia pela positiva, a passagem do ano não é mais que uma passagem do calendário e um motivo para festejar... o tempo passa é verdade.. mas passa todos os dias... deveríamos festejar cada um deles, porque é sinal de que já o vivemos... e cada manhã mais uma oportunidade para vivermos.

 

Os últimos 12 meses  fizeram mudar a minha vida porque com eles veio o concretizar de um desejo antigo e uma nova vida cá para casa, com ela veio o recordar, por vezes saber as coisas não é suficiente, é necessário ver mesmo, que existem mais mundos e mais realidades para além da que vemos e vivemos todos os dias... ir a Cabo Verde e ver a realidade na que vivia a minha filha mostrou-me que há muito por fazer no mundo para que este seja realmente justo.... agora, há que fazer por isso... fazer que o mundo seja mais justo.

 

Desejo a todos os que por aqui passam o mesmo que desejo para mim e os meus, que sejam felizes... sempre, todos os dias.. durante o próximo e  todos os anos seguintes... e já agora, cuidado com os excessos.

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 08:58
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

Natal em Lisboa

Natal em Lisboa

Natal na rua Augusta

Natal em Lisboa, Rossio

Natal em Lisboa, Praça da Figueira

Natal em Lisboa, Rossio

 

Deve ser do frio, mas não me dou bem com as imagens natalícias, estas são do ano passado, foram tiradas algures em Janeiro na baixa de Lisboa... este ano ainda não tenho nenhumas e o frio continua.

 

Fotografias tiradas com a máquina na mão.....

 

Lisboa, Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

A todos um bom natal, a todos um bom natal ...

Bom natal

 

Amigo,

 

Inventa o Pai-Natal e dá-lhe um recado que eu já não consigo correr. A maré subiu e o areal desfaz-se com o arrefecimento dos pés. Pede-lhe que me restitua a cozinha. Ele sabe qual é. Grande, quente e escancarada para a fogueira que estalava alegrias. Em caso de dúvida, fala-lhe da fonte que se dava na alegria da água. Todas as manhãs. Quero o aroma do café que aquecia a minha sede. Ele que não se esqueça de me devolver o gosto das filhós que pararam no alguidar de barro cobertas com o branco da urgência. E já agora, diz-lhe que não se retenha no pão. Não, aquele onde cabia a luz e o mel do dia. Por favor, ele que não se atreva a aparecer sem me trazer os rostos que ficaram para trás. A concertina e as mãos. As vozes que cantavam. E o candeeiro que está em cima da cómoda. À entrada. Ele sabe. Que venha, mas com o nevoeiro que doirava os meus sonhos de Natal.

 

Olha, amigo, acha-o depressa que amanhã o tempo já é outro. Nem sei se me consigo lembrar do tanto que me faz falta. Do muito, eu sei. Por vezes, esqueço-me. Só me lembro no dia seguinte e receio confundir as estrelas com a chuva. Chovia naquele dia. Chove agora, também. Quero os passos e os gestos que estão à entrada da cozinha. E os presentes que sobraram. Ele que tenha cuidado. Numa caixa estão uns sapatos de menina. Adormeceram junto à chaminé, na fé da ilusão.

 

Pede-lhe, meu amigo, que me devolva o Natal. E o rio. Ficou tudo arrecadado, basta embrulhar. Papel azul. Com um laço ainda mais azul.

 

Obrigada

 

Bom Natal

 

P.S. – Podes contar-lhe tudo o que te disse. Quero lá saber! Não posso aprovar que ele tenha ficado com os meus presentes. Depois, vem com a história do Natal…

 

O Texto é da Lídia, um enorme beijinho e os meus desejos do melhor natal do mundo para ti.

 

Para todos os amantes da fotografia, os meus desejos de um excelente natal, extensivos a todos os que passam por cá.

 

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Natal em Roma, La Befana

La Befana, bruxinhas à italiana

La Befana, Roma Itália

La Befana, Roma Itália

La Befana, Roma Itália

La Befana, As bruxinhas em Roma, Itália

 

No Folclore italiano, quem leva os presentes às crianças não é o pai natal é La Befana, uma simpática bruxinha que no dia 6 de Janeiro, feriado nacional, deixa prendas às crianças que se portaram bem.

 

Talvez por isto eu vi poucos pais natais em Roma e na Piazza Novone, por esta altura convertida em feira de natal, havia imensas destas bruxinhas à venda.

 

Roma,  Itália

Dezembro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 20:52
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

Mata nacional do Buçaco 1

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata Nacional do Buçaco 

Estava a chover, na verdade, esteve a chover o tempo todo e o que iam ser belos passeios a pé pela mata nacional, converteram-se num passeio de carro com paragens rápidas no intervalo entre entre aguaceiros... para além de  molhado e enlameado, estava verde da cor do musgo e da natureza.

 

Mata Nacional do Buçaco, Luso,

Dezembro de 2009

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:08
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Ainda a papoila de Natal

A papoila de Dezembro

A Papoila

A papoila de natal

Ainda a papoila 

Setúbal, Jardim da Algodeia

Dezembro de 2009


publicado por Jorge Soares às 19:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Entrando no espirito.....

É natal, é natal...... ``obidos 

Al filo de media noche, 

los ángeles van al portal, 

sus arpas eran doradas, 

sus voces fino cristal.

 

Resuena en la noche obscura,

el eco de su cantar, 

la paz de Dios con los hombres 

de buena voluntad.

 

La Virgen llora gozosa,

sonríe el casto José.

Al niño estampan un beso,

y el niño ríe también

 

Villancico Tradicional Venezolano

 

Óbidos, Janeiro de 2009

Jorge Soares

 

3 de Jan de 2009, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 400, Exposição: 1/30 seg., Abertura: 3.5, Extensão focal: 18mm, Flash utilizado: Não

 


publicado por Jorge Soares às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

Dia de chuva em Óbidos II

 Òbidos

 

Óbidos

 

Óbidos

 

Óbidos

 

Óbidos é sem dúvida um lugar de encanto, as muralhas, as ruas, as casas preservadas, o castelo, a Paisagem.... 

 

Tenho que lá voltar, de preferência num dia em que não chova...e com tempo, sem ter que andar a correr atrás da família.

 

Óbidos

Janeiro de 2009


publicado por Jorge Soares às 19:10
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

O Quebranozes

O quebranozes de òbidos

 

O quebranozes em Óbidos

 

Aldeia do natal, Óbidos

 

Óbidos, Quebranozes

 

Um dia frio e chuvoso em Óbidos..... o natal deveria ser no verão!

Aldeia do natal, Óbidos.

Janeiro de 2009


publicado por Jorge Soares às 19:15
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

Flores de véspera de natal

Flor

Flores de Dezembro

Flores

Flores de Dezembro

 

24 de Dezembro, véspera de natal, estava um belo dia de sol, peguei na máquina e na P. e fomos dar uma volta pela aldeia. Foi a primeira vez que andei uns quilómetros depois daquela escorregadela no Nordeste, nos Açores.... o meu pé não se queixou.... :-)

 

Pelo caminho fui recolhendo as cores da natureza, que mesmo no Inverno são lindas... Flores de Inverno da minha aldeia.

 

Alviães, Palmaz, Oliveira de Azeméis

Dezembro de 2008


publicado por Jorge Soares às 21:26
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Apesar do frio ....

Flor amarela 

.... ela vive.

 

Se bem me lembro, o dia de natal foi o ultimo dia de sol até hoje. Quando me levantei tudo à volta da casa dos meus pais era gelo, a geada tinha sido forte. No dia anterior tinha visto que do outro lado da estrada, em cima de um velho muro de pedra havia duas ou três flores amarelas, imaginei que a geada as teria levado e as fotografias ficariam para a próxima visita, lá mais para a primavera, engano meu, a meio da manhã, o sol derreteu a geada dos campos....e ela lá estava, amarela.. linda.

 

Alviães, Palmaz, Oliveira de Azeméis

 

Dezembro de 2008


publicado por Jorge Soares às 01:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

O pássaro

Passaro 

Pássaro na antena da minha avó

 

Passaro na antena

 

O dia de natal foi frio, manhã de geada com um sol pálido e que pouco aquecia, ele parou na velha antena da casa da minha avó, de frente para o sol da amnhã... talvez em busca de calor, quem sabe. 

 

 

Alviães, Palmaz, Oliveira de Azemeis

Dezembro de 2008


publicado por Jorge Soares às 16:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

A todos, um bom natal

Natal em Lisboa

 

Natal em Lisboa 

Natal em Lisboa

 

Natal em Lisboa

 

Espero que todos passem um bom natal, com juizo e muita paz e que o menino Jesus não sinta a crise e venha carregado de prendas para todos.

 

Feliz natal


publicado por Jorge Soares às 19:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 13 de Dezembro de 2008

Há um ano foi assim em Nova Iorque

Time Squares 

Não achei piada nenhuma a um gigantesco cruzamento com milhares de carros, mas ela aí está, Times Square

 

O empire state ao fundo

 

Fui 3 ou 4 vezes a Nova Iorque, mas acho que isto foi o mais perto que estive do Empire State Building, .. é o que dá estar no sitio certo por uma vez na vida... com as pessoas erradas. Vista da Rua 42

 

Rockefeller Center

 

A arvore de natal mais famosa do mundo existe mesmo, frente ao Rockefeller Center, ela está lá, ela e alguns milhares de curiosos.

 

Pista de patinagem no gelo no Rockfeller Center 

Não, não é só para os filmes, a pista de patinagem no gelo existe mesmo.... não sei é como é que alguma vez conseguem filmar lá, são milhares de pessoas à volta... que no gelo eu vi poucas..

 

Há um ano estava eu nos States... e estava muito frio.

 

Nova Iorque Dezembro de 2007


publicado por Jorge Soares às 18:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Related Posts with Thumbnails

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

Também estou aqui: 

Olhares

Picasa Jorge Freitas Soares

Picasa Momentos e olhares



First Class Radio 

.mais sobre mim

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Quem cá vem



.mais comentados

blogs SAPO

.subscrever feeds