Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Cabo Verde:Os meninos dos carrinhos de arame

Os meninos dos carrinhos de arame

Os meninos dos carrinhos de arame, Cabo Verde

Os meninos e os carrinhos de arame, Santiago, Cabo Verde

Os meninos dos carrinhos de arame, Cabo Verde 

A necessidade aguça o engenho, são fantásticos estes carrinhos de arame, verdadeiras obras de engenharia infantil, os nossos filhos tem tudo, dezenas de carrinhos sofisticados com que brincam uma ou duas vezes e depois abandonam, quantas das crianças que conhecemos teriam a arte e/ou o engenho para criar um brinquedo destes?

 

Como é diferente o mundo em Cabo Verde

 

Jorge Soares

A crioula que meus olhos beijaram a medo

Mulher em Cabo verde

 

 

Vida

 

A crioula que meus olhos beijaram a medo

perdeu-se na confusão de um porto francês

 

Ela sorria continuamente, erguendo no seu riso uma cançaão extraordinária.

 

Não foi um romance de amor

nem mesmo um pequeno segredo entre ambos.

 

Somente, quando Ela falava ao pé de mim, eu sentia:

um aprazível devaneio

pela maravilha escultural duma Mulher Perfeita.

 

Depois,

a Vida separando Nós-Dois

a confusão, os ruidos, os braços agitando-se

e o vapor levando para outros mares, 

outros portos, 

a graça, o mistério, o perfume e os cantares 

da crioula que meus olhos beijaram a medo 

no tombadilho daquele vapor francês. 

 

  (Clima, 1963)

 

Onésimo Silveira

 

O lugar é a Praça Alexandre Albuquerque, no Plateau, podia ser uma praça qualquer numa qualquer cidade de Portugal, no centro há uma fonte com agua a correr, há canteiros com flores, bancos de ferro com assentos e espaldares de  madeira daqueles que vemos em tantas das nossas praças, árvores a toda a volta, há até um posto de Turismo num dos cantos. Nos bancos de madeira  ou sentados na fonte há gente com computadores portáteis, deve haver Wireless gratuito. Mas há algo que a distingue das nossas praças, debaixo das árvores há quem faça pela vida, dois ou três engraxadores, jovens que vendem agua e refrigerantes conservados frescos em gelo, crianças que vendem doces, senhoras que vendem bolachas em pacotes coloridos,....  ela estava entre eles, sentada frente a uma pequena mesa com bijuteria...  a fazer pela vida.

 

Cidade da Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Quem cá vem