Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

O Cisne

O cisne no Jardim do Bonfim

 

"... E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Miguel Sousa Tavares


Jardim do Bonfim,

Setúbal, Outubro de 2012

Jorge Soares

Retalhos

Retalhos



Serras, veredas, atalhos,

Estradas e fragas de vento,

Onde se encontram retalhos

De vidas em sofrimento

 

Retalhos fundos no rostos,

Mãos duras e retalhadas

Pelo suor do desgosto,

que talha as caras fechadas

 

O caminho que seguiste,

Entre gente pobre e rude,

Muitas vezes tu abriste

Uma rosa de saúde

 

Cada história é um retalho

Cortado no coração

De um homem que no trabalho

Reparte a vida e o pão

 

As vidas que defendeste,

E o pão que repartiste,

São a água que tu bebeste

Dos olhos de um povo triste

 

E depois de tanto mundo,

Retalhado de verdade,

Também tu chegaste ao fundo

Da doença da cidade

 

Da que não vem na sebenta,

Daquela que não se ensina,

Da pobreza que afugenta

Os barões da medicina

 

Tu sabes quanto fizeste,

A miséria não se cura,

Nem mesmo quando lhe deste

A receita da ternura

 

Cada história é um retalho

Cortado no coração

De um homem que no trabalho

Reparte a vida e o pão

 

As vidas que defendeste,

E o pão que repartiste,

São a água que tu bebeste

Dos olhos de um povo triste

 

 

 Ary dos Santos

 

Ouvir pela voz de Luanda Cozetty

 

 

 

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

Pág. 1/5

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Quem cá vem