Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Amigas

Amigas

 

as meninas

as minhas filhas nadam. a mais nova 
leva nos braços bóias pequeninas, 
a outra dá um salto e põe à prova 
o corpo esguio, as longas pernas finas: 

entre risadas como serpentinas, 
vai como a formosinha numa trova, 
salta a pés juntos, dedos nas narinas, 
e emerge ao sol que o seu cabelo escova. 

a água tem a pele azul-turquesa 
e brilhos e salpicos, e mergulham 
feitas pura alegria incandescente. 

e ficam, de ternura e de surpresa, 
nas toalhas de cor em que se embrulham, 
ninfinhas sobre a relva, de repente. 

Vasco Graça Moura, in "Antologia dos Sessenta Anos"

 

 

Praia das Rocas, Castanheira de Pêra

Junho de 2011

Jorge Soares

- Sossego, só sossego -

Borboleta no tronco

 

 

Aqui onde se espera 
- Sossego, só sossego - 
Isso que outrora era, 


Fernando Pessoa, in 'Cancioneiro'

 

Íamos pela estrada, eu vi-a chegar e pousar ali no tronco a uns 2 metros de mim, precisamente onde a luz do sol incidia perfeita entre as sombras. Com muito cuidado tirei a máquina da mochila, troquei a lente e dispunha-me a tirar mais uma boa série de fotografias .... não reparei que atrás de mim vinha um dos miúdos que com toda a estrada só para ele, decidiu passar, indiferente a mim, à máquina e à borboleta, precisamente pelo espaço que me separava do tronco... vi que se aproximava e  não consegui falar, qualquer movimento brusco para o deter faria com que ela voasse ... ele passou, a borboleta voou ... e eu fiquei a olhar para o tronco vazio.

 

Não consegui descobrir o nome do bichinho

 

Poço Corga, Castanheira de Pêra

Junho de 2011

O dia das outras crianças

Crianças de Cabo verde

Crianças na escola em Cabo Verde

Crianças de Cabo Verde

Crianças

Crianças

 

Por vezes esquecemos o motivo pelo que há um dia da criança, esquecemos que não é o dia das prendas dos nossos filhos, não é o dia das festas nas escolas, não é mais um dia para dar coisas às crianças que já tem tudo.. é um dia que deveria servir para nos lembrarmos que ainda há muitas crianças que não tem nada, muitas crianças que não  olham para o mundo como nós olhamos, ainda há crianças que pouco ou nada tem.

 

Crianças em cabo Verde

Fevereiro de 2010

Jorge Soares

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Quem cá vem