Domingo, 3 de Novembro de 2013

Solidão

Solidão

 

A solidão é o preço que temos de pagar por termos nascido neste período moderno, tão cheio de liberdade, de independência e do nosso próprio egoísmo.

 

Soseki Natsume


Praia da Rainha, Costa da Caparica

Outubro de 2013

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:05
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011

Quando eu for grande .....

Quando eu for grande

 

... também vou conseguir fazer essas coisas... agora, querem sair de aí para eu poder passar... ou tenho que vos enxotar com o pau?

 

 

Manhã de Domingo na Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:22
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2011

.. cada onda desse mar ....

Mar revolto na costa da Caparica

 

Cada centímetro dessas rochas
Cada onda desse mar
Reflecte o silêncio das palavras

E quando as palavras já não fazem sentido
Só nos resta olhar
Ou chorar.

Joaquim António

 

Retirado de aqui

 

Mar revolto na Costa da Caparica

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

O mar enrola na areia

O mar enrola na areia

 

O mar enrola na areia
ninguém sabe o que ele diz
bate na areia e desmaia
porque se sente feliz

 

o mar também é casado
o mar também tem mulher
é casado com areia
pode ve-la quando quer

 

o mar também é casado
o mar também tem filhinhos
e casado com areia
e seus filhos são os peixinhos

 

ó mar tú és um leão
a todos queres comer
não sei como os homens podem
as tuas ondas vencer

 

ó mar que não te derretes
navios qua não te partes
oó mar que não cumpristes
o que comigo trataste

 

ouvi cantar a sereia
no meio daquele mar
tantos navios se perdem
ao som daquele cantar

 

até o peixe do mar
depenica na baleia
nunca vi homem solteiro
procurar a mulher feia

 

Costa da Caparica,

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

Gosto do mar e da praia no Inverno

A ver o mar

O mar

O mar na Costa da Caparica

O mar enrola na areia

Praia no inverno

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011

Pescadores

Pescador na costa da Caparica

Pescador na Costa da Caparica

Pescador

Pescador

 

Pescadores na Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:29
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Estás todo em ti, mar, ...

A ver o mar

 

Solidão

 

Estás todo em ti, mar, e, todavia, 
como sem ti estás, que solitário, 
que distante, sempre, de ti mesmo! 

Aberto em mil feridas, cada instante, 
qual minha fronte, 
tuas ondas, como os meus pensamentos, 
vão e vêm, vão e vêm, 
beijando-se, afastando-se, 
num eterno conhecer-se, 
mar, e desconhecer-se. 

És tu e não o sabes, 
pulsa-te o coração e não o sente... 
Que plenitude de solidão, mar solitário! 

Juan Ramón Jiménez, in "Diario de Un Poeta Reciencasado"
Tradução de José Bento

 

 

Homens a ver o mar

Costa da Caparica

Janeiro de 2011


publicado por Jorge Soares às 00:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011

A onda

O mar na Costa da Caparica

Ondas na Costa da Caparica

Ondas na Costa da Caparica

Ondas na Costa da Caparica

 

As ondas em frente ao esporão vistas desde bem longe.

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 19:23
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sábado, 5 de Fevereiro de 2011

eu iria numa prancha à crista do azul

Preparada para a acção


Surfe


eu tinha tanta vontade

de a minha alma voltar

 

houve um tempo tão feliz

leve corpo a acompanhava

e as nossas travessuras

eram passeio inocente

vadiagem em enxurrada

 

se o mar ficasse parado

quieto igual um espelho

meteria meu bedelho

cutucava-lhe a pança

 

quando a alegria voltasse

qual balanço de criança

eu iria numa prancha

à crista do azul

 

Liria Porto

Escritoras Suicidas

 

 

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:54
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Rolas do mar

Rolas do mar

 

rola-do-mar ou vira-pedras (Arenaria interpres) é uma ave limícola pertencente à ordem Charadriiformes. Distingue-se facilmente das outras limícolas pelas suas patas laranja-vivo.

Alimenta-se geralmente em zonas rochosas à beira-mar, muitas vezes virando pequenas pedras para procurar os pequenos invertebrados que fazem parte da sua dieta.

Esta espécie nidifica nas regiões árcticas e inverna nas costas da Europa central e meridional. Em Portugal é comum ao longo da costa atlântica.

 

Fonte Wikipédia

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2010

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 17:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2011

um poema triste

Um Poema Triste

 

 

Eu escrevi um poema triste
E belo, apenas da sua tristeza.
Não vem de ti essa tristeza
Mas das mudanças do Tempo,
Que ora nos traz esperanças
Ora nos dá incerteza...
Nem importa, ao velho Tempo,
Que sejas fiel ou infiel...
Eu fico, junto à correnteza,
Olhando as horas tão breves...
E das cartas que me escreves
Faço barcos de papel!

 

 

Mario Quintana - A Cor do Invisível

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

Até quando o corpo pede um pouco mais de alma

Exercício

 

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência

O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência

Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para(a vida não para não)

Será que é tempo que me falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para(a vida não para não...a vida nãopara)

 

Lenine (ouvir aqui)

 

Costa da Caparica um Domingo pela manhã

Janeiro de 2011


publicado por Jorge Soares às 00:34
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 2 de Fevereiro de 2011

A ver o mar

A ver o mar

 

Quero saber

Quero saber se você vem comigo
a não andar e não falar,
quero saber se ao fim alcançaremos
a incomunicação; por fim
ir com alguém a ver o ar puro,
a luz listrada do mar de cada dia
ou um objeto terrestre
e não ter nada que trocar
por fim, não introduzir mercadorias
como o faziam os colonizadores
trocando baralhinhos por silêncio.
Pago eu aqui por teu silêncio.
De acordo, eu te dou o meu
com uma condição: não nos compreender 

 

Pablo Neruda (Últimos Poemas)

 

 

 

Manhã de Domingo na Costa da Caparica

Janeiro de 2011


publicado por Jorge Soares às 17:35
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Encontraste-me um dia no caminho

Corre

 

Encontraste-me um dia no caminho 
Em procura de quê, nem eu o sei. 
Bom dia, companheiro, te saudei, 
Que a jornada é maior indo sozinho 
É longe, é muito longe, há muito espinho! 
Paraste a repousar, eu descansei... 
Na venda em que poisaste, onde poisei, 
Bebemos cada um do mesmo vinho. 
É no monte escabroso, solitário. 
Corta os pés como a rocha dum calvário, 
E queima como a areia!... Foi no entanto 
Que choramos a dor de cada um... 
E o vinho em que choraste era comum: 
Tivemos que beber do mesmo pranto.

 

Do Poema Caminho

Camilo Pessanha, in 'Clepsidra'


publicado por Jorge Soares às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

Junto à água

Aves marinhas

Aves Marinhas

Aves, Costa da Caparica

Aves na orla das ondas, Costa da Caparica

Aves na praia

 

Eu já soube o nome destes bichinhos..e tenho a certeza que a Alexandrina ou a Helena sabem... pode ser que apareçam e nos contem

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

Jorge Soares


publicado por Jorge Soares às 21:56
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

.pesquisar

 

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 267 seguidores

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.mais comentados

11 comentários
10 comentários
8 comentários
5 comentários
4 comentários
SAPO Blogs

.subscrever feeds