Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

O mar enrola na areia

O mar enrola na areia

 

O mar enrola na areia
ninguém sabe o que ele diz
bate na areia e desmaia
porque se sente feliz

 

o mar também é casado
o mar também tem mulher
é casado com areia
pode ve-la quando quer

 

o mar também é casado
o mar também tem filhinhos
e casado com areia
e seus filhos são os peixinhos

 

ó mar tú és um leão
a todos queres comer
não sei como os homens podem
as tuas ondas vencer

 

ó mar que não te derretes
navios qua não te partes
oó mar que não cumpristes
o que comigo trataste

 

ouvi cantar a sereia
no meio daquele mar
tantos navios se perdem
ao som daquele cantar

 

até o peixe do mar
depenica na baleia
nunca vi homem solteiro
procurar a mulher feia

 

Costa da Caparica,

Janeiro de 2011

Jorge Soares

Estás todo em ti, mar, ...

A ver o mar

 

Solidão

 

Estás todo em ti, mar, e, todavia, 
como sem ti estás, que solitário, 
que distante, sempre, de ti mesmo! 

Aberto em mil feridas, cada instante, 
qual minha fronte, 
tuas ondas, como os meus pensamentos, 
vão e vêm, vão e vêm, 
beijando-se, afastando-se, 
num eterno conhecer-se, 
mar, e desconhecer-se. 

És tu e não o sabes, 
pulsa-te o coração e não o sente... 
Que plenitude de solidão, mar solitário! 

Juan Ramón Jiménez, in "Diario de Un Poeta Reciencasado"
Tradução de José Bento

 

 

Homens a ver o mar

Costa da Caparica

Janeiro de 2011

eu iria numa prancha à crista do azul

Preparada para a acção


Surfe


eu tinha tanta vontade

de a minha alma voltar

 

houve um tempo tão feliz

leve corpo a acompanhava

e as nossas travessuras

eram passeio inocente

vadiagem em enxurrada

 

se o mar ficasse parado

quieto igual um espelho

meteria meu bedelho

cutucava-lhe a pança

 

quando a alegria voltasse

qual balanço de criança

eu iria numa prancha

à crista do azul

 

Liria Porto

Escritoras Suicidas

 

 

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2010

Jorge Soares

Rolas do mar

Rolas do mar

 

rola-do-mar ou vira-pedras (Arenaria interpres) é uma ave limícola pertencente à ordem Charadriiformes. Distingue-se facilmente das outras limícolas pelas suas patas laranja-vivo.

Alimenta-se geralmente em zonas rochosas à beira-mar, muitas vezes virando pequenas pedras para procurar os pequenos invertebrados que fazem parte da sua dieta.

Esta espécie nidifica nas regiões árcticas e inverna nas costas da Europa central e meridional. Em Portugal é comum ao longo da costa atlântica.

 

Fonte Wikipédia

 

Costa da Caparica

Janeiro de 2010

Jorge Soares

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Quem cá vem