Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

Momentos e Olhares

A vida é feita de momentos, alguns são apagados, levados pelas ondas da vida, outros ficam, perduram na nossa memória e fazem de nós o que somos, olhares, vivências, recordações e saudade! -Jorge Soares

A Mata do ..... Buçaco... ou será Bussaco?

Bussaco ou Buçaco? 

Este é um blog de fotografia, o que não quer dizer que eu não tente ter algum cuidado com o meu (pobre e maltratado por mim) português, ontem quando preparava o post com as fotografias da mata assaltou-me a dúvida, será Buçaco ou Bussaco?, fui ao Google, no priberam online nenhuma das duas palavras tem significado e só Buçaco aparece referenciada, dei uma olhadela por alguns sites, foi ao google Maps e lá o que aparece é Buçaco.... decidi acreditar no mapa, até porque encontrei um outro site com um mapa antigo onde está escrito bem grande "Mata do Buçaco".

 

A Andreia passou por cá e ainda que indirectamente deixou-me a deixa, ela até é de por aqueles lados e do comentário dela adivinhei que me tentou corrigir, para ela é Bussaco...e de novo se instalou a dúvida na minha mente.. .Bussaco ou Buçaco.... e lá voltei ao google... para ficar na mesma, há quem diga que ambas as designações são válidas, sendo que Buçaco é a designação antiga e Bussaco é a moderna..... Curiosamente o corrector do Chrome dá erro em Bussaco.. o do SAPO também, mas parece que quem vive por lá acha que é Bussaco....... estou baralhado... alguém me esclarece?.. é que eu tenho fotografias para mais 4 ou 5 posts.....

 

Jorge Soares

Mata nacional do Buçaco 1

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata nacional do Buçaco

Mata Nacional do Buçaco 

Estava a chover, na verdade, esteve a chover o tempo todo e o que iam ser belos passeios a pé pela mata nacional, converteram-se num passeio de carro com paragens rápidas no intervalo entre entre aguaceiros... para além de  molhado e enlameado, estava verde da cor do musgo e da natureza.

 

Mata Nacional do Buçaco, Luso,

Dezembro de 2009

Jorge Soares

O Crepúsculo

Pôr do sol no Luso 

Impressões do crepúsculo

 

Paúis de roçarem ânsias pela minha alma em ouro...
Dobre longíquo de outros sinos... Empalidece o louro
Trigo na cinza do poente... corre um frio carnal por minha'alma...
Tão sempre a mesma a Hora!... Balouçar de cimos de palma!...
Silêncio que as folhas fitam em nós... Outono delgado
Dum canto de vaga ave... Azul esquecido em estagnado...
Oh que mudo grito de ânsia põe garras na Hora!
Que pasmo de mim anseia por outra coisa que o que chora!
Estendo as mãos para além, mas ao estendê-las já vejo
Que não é aquilo que quero aquilo que desejo...
Címbalos de Imperfeição... Ó tão antiguidade
A Hora expulsa de si-Tempo! Onda de recuo que invade
O meu abandonar-me a mim próprio desfalecer,
E recordar tanto o Eu presente que me sinto esquecer!...
Fuido de auréola, transparente de Foi, oco de ter-se...
O Mistério sabe-me a eu ser outro... Luar sobre o não conter-se...
A sentinela é hirta - a lança que finca no chão
É mais alta do que ela... Para que é tudo isto... Dia chão...
Trepadeiras de despropósito lambendo a Hora os Aléns...
Horizontes fechando os olhos ao espaço em que são elos de ferro...
Fanfarras de ópios de silêncios futuros... longes trens...
Portões vistos longe... através das árvores... tão de ferro!
 
Fernando Pessoa
 
Não parece, mas eram perto das 4 da tarde do dia do Solstício do Inverno, estava muito frio e desde o mar aproximavam-se as nuvens que nos iriam acompanhar nas duas ou 3 semanas seguintes.
 
Luso, Dezembro de 2009
Jorge Soares
22 de Dez de 2009, Câmara: SONY DSLR-A350, ISO: 100, Exposição: 1/160 seg.,Abertura: 11.0, Extensão focal: 70mm

 

Direitos de Autor
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem a prévia permissão do autor. Todas as fotografias estão protegidas pelo Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de Março.
Uma vez que a maioria das fotografias foram feitas em locais públicos mas sem autorização dos intervenientes, se por qualquer motivo não desejarem que sejam divulgadas neste blog entrem em contacto comigo e serão retiradas de imediato.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Quem cá vem